Promotor de Justiça acata queixa-crime de Prefeita de Piripiri (PI) contra opositora que a chamou de "Jovão"

segunda-feira, 19 de abril de 2021 0 comentários

A prefeita Jôve Oliveira Monteiro (PTB), da cidade de Piripiri, no Piauí
Imagem: Secom/Prefeitura de Piripiri (PI)

A prefeita Jôve Oliveira Monteiro (PTB), da cidade de Piripiri, no Piauí, fez uma queixa-crime contra uma ex-candidata a vereadora por conduta homofóbica. O Ministério Público Estadual acatou o pedido e denunciou à Justiça Jéssica Rodrigues Leite Andrade, por injúria com teor homofóbico.

Na ação, o promotor de justiça José Hamilton Bezerra Lima denuncia que Jéssica Andrade "ofendeu verbalmente a orientação sexual da vítima" na presença de várias pessoas durante uma live realizada no Facebook, chamando-a de "Jovão", no mês de fevereiro.
Percebe-se que o aumentativo utilizado no final do nome da vítima tem o intento masculinizá-la, injuriando-a pelo único motivo de sua orientação sexual", diz o promotor na ação.
A ação foi com base na decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que em 2019, enquadrou homofobia e transfobia como crimes de racismo.

Jéssica Rodrigues Leite Andrade foi denunciada pelo MP
Imagem: Reprodução

Na queixa-crime, a prefeita Jôve Oliveira diz que a ex-candidata vem reiteradas vezes atacando a vida pessoal e sua gestão de forma caluniosa e difamatória.

Em live, a prefeita disse que Jéssica Andrade chega a chama-la de "vagabunda", "caloteira" e que "ela (Jôve) comeu dos dois lados, comeu na gestão do Luiz (Menezes, ex-prefeito de Piripiri) e está comendo na do Jovão".

Na denúncia, a prefeita informou que em 16 de julho do ano passado conseguiu na justiça - na 1ª Vara da Comarca de Piripiri - a determinação de que Jéssica Andrade retirasse de suas redes sociais todas as publicações que versassem sobre a orientação sexual da autora.

Jôve Oliveira é radialista, primeira mulher prefeita de Piripiri e derrotou um grupo político que comandou a cidade por cerca de 30 anos.

Para o UOL, Jéssica Andrade atribuiu a denúncia da prefeita uma tentativa de calar suas críticas. A ex-candidata a vereadora disse que faz oposição declarada a atual gestão de Jôve Oliveira.
Estou tranquila, não cometi nenhum crime. Ela está tentando me calar como fez das outras vezes. Uma tentativa clara de intimidação. Chamei ela de Jovão devido as promessas midiáticas que fez durante a campanha e não cumpriu até gora. Não tem nada a ver com homofobia", disse.
Clipping MP denuncia ex-candidata por conduta homofóbica contra prefeita no Piauí, por Yala Sena, Colaboração para o UOL, em Teresina, 17/04/2021

Rússia proíbe casamento entre pessoas de mesmo sexo em nome do tradicionalismo

quarta-feira, 14 de abril de 2021 0 comentários

Foto: Olga Maltselva/AFP/Getty Image

Com uma emenda na Constituição, a Rússia proibiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo. País quer manter-se como o "bastião do tradicionalismo" e afastar-se dos excessos do Ocidente.

A Rússia proibiu oficialmente o casamento entre pessoas do mesmo sexo numa emenda constitucional ratificada por Vladimir Putin, Presidente russo, esta segunda-feira. Com uma menção a Deus, o país estipula que o matrimônio deve realizar-se exclusivamente entre um homem e uma mulher.

Pyotr Tolstoy, deputado na Duma e um dos principais opositores ao casamento gay no país, assinala que a Rússia se deve manter como um “bastião do tradicionalismo”, afastando-se dos “erros do Ocidente”, em que “certas pessoas, como a comunidade LGBT ou determinados grupos raciais, recebem direitos especiais adicionais”.

A homossexualidade é legal na Rússia desde 1993, mas com Vladimir Putin o país tem-se aproximado da posição da igreja ortodoxa russa na defesa dos “valores tradicionais”, revela a revista Time. Segundo dados da Organização Rainbow, a Rússia é o quarto país da Europa que menos defende o movimento LGBT. Pior só mesmo a Turquia, a Arménia e o Azerbaijão.

O Presidente russo tem, no entanto, rejeitado as críticas sobre a falta de apoio ao movimento LGBT, argumentando que, contrariamente ao que acontecia na União Soviética, “não existem disposições de direito penal russo segundo as quais as pessoas de orientação sexual não tradicional possam ser perseguidas criminalmente”. “Não temos nada parecido com isso”, remata.

Esta não foi a única emenda à Constituição ratificada por Putin, estando também incluída aquela que permite ao Presidente russo permanecer no poder até 2036.

Clipping Rússia proíbe oficialmente casamento entre pessoas do mesmo sexo: "O país deve afastar-se dos erros do Ocidente"

Memória lesbiana: há 31 anos surgia a Rede de Informação Um Outro Olhar, paladina da visibilidade lésbica

segunda-feira, 12 de abril de 2021 0 comentários

Trio elétrico da Um Outro Olhar em 2003
Míriam Martinho*

Registrada em 12 de abril de 1990, a Rede de Informação Lésbica Um Outro Olhar (RILUOO) marca o divórcio do Grupo Ação Lésbica Feminista (GALF/1981-1990) do movimento feminista, dando início a um ativismo focado nas questões e visibilidade lésbicas. De fato, o GALF já iniciara um processo de separação do movimento feminista desde 1985, priorizando mais a população lésbica do que as chamadas questões de gênero, por considerar contraproducente sua atuação num movimento que, à época, hostilizava sem pudores a visibilidade lésbica. Entre as feministas homossexuais do período prevalecia a ideia de que era necessário submergir a identidade lésbica na identidade feminista (o armário feminista) ou de que as lésbicas deveriam no máximo se contentar em realizar alguma oficina sobre “lesbianismo” perdida entre zilhões de outros temas heterossexuais dos encontros feministas. Grupo autônomo de lésbicas nem pensar.

As ativistas do GALF, contudo, vão progressivamente considerar que valia mais a pena tentar a autonomia, influenciadas pelo crescimento das organizações lésbicas em nível internacional e pela leitura do livro Lesbian Ethics da filósofa lésbica americana Sarah Lucia Hoagland e seu conceito de redes entre sapatas. Com esta nova perspectiva em mente, as integrantes do GALF passaram a gerar a Um Outro Olhar a partir dos últimos 2 meses de 1989, oficializando-a em abril do ano seguinte.

Entre inúmeras produções e atividades, ao longo de sua trajetória, a Um Outro Olhar publicou o título Um Outro Olhar, primeiro como boletim (11 edições), depois como revista (14 edições). A partir de 1995, como parte do pioneiro projeto Prazer sem Medo, financiado pelo Ministério da Saúde, publicou também o boletim Ousar Viver (15 edições) sobre saúde lésbica em geral, encartado na revista Um Outro olhar, a cartilha Prazer sem Medo, e vários outros materiais sobre prevenção a doenças sexualmente transmissíveis e saúde lésbica em geral.

Na organização de atividades, destacaram-se, entre suas realizações, a organização do VII Encontro de Lésbicas e homossexuais, em setembro de 1993, inserindo a palavra lésbica no nome do encontro e inaugurando o movimento de gays e lésbicas brasileiro, antigo Movimento Homossexual, e o IX Encontro Brasileiro de Lésbicas e Travestis, em fevereiro de 1997, que inspirou a I Parada GLT de SP. Destacou-se também pelo lançamento do Dia Do Orgulho Lésbico, em 2003, em homenagem à primeira manifestação lésbica contra a discriminação e à memória de Rosely Roth, destaque do evento. Participou ainda pioneiramente da maior parte das edições das Paradas LGBT de São Paulo até 2009, sempre buscando garantir a visibilidade lésbica num evento até hoje majoritariamente masculino.

A Um Outro Olhar foi igualmente sócia-fundadora da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT-1995) e participou de vários outros encontros, nacionais e internacionais, como a Reunião de Reflexão Lésbica-Homossexual (Santiago, Chile/ nov. 1992), a 17ª Conferência da ILGA (18 a 25/05/1995), no Rio, e a Conferência Nacional de Mulheres Brasileiras (6-7 de julho de 2002), onde garantiu a menção, na Plataforma Feminista, da contribuição inestimável das lésbicas para a luta das mulheres, pelo direito ao próprio corpo, pela livre orientação sexual e tantas outras contribuições sapatônicas pelos direitos do sexo feminino.

Ainda a Rede de Informação Um Outro Olhar construiu acervo onde preservou publicações e documentações das primeiras organizações lésbicas e homossexuais desde 1979, inventariados e resgatados agora por sua orgulhosa herdeira, esta página Um Outro Olhar, através da série Memória Lesbiana e outros títulos históricos. Informe mais detalhado da organização para breve.

Míriam Martinho e gay criativo na Parada do Orgulho LGBT de SP

💪💪💪-----------------------------------------------------------------------------------------------------
*Miriam Martinho é uma das fundadoras do Movimento Homossexual brasileiro, em particular da organização lésbica, tendo co-fundado as primeiras entidades lésbicas brasileiras, a saber, Grupo Lésbico-Feminista (1979-1981), Grupo Ação Lésbica-Feminista (1981-1989) e Rede de Informação Um Outro Olhar (1989....). Editou também as primeiras publicações lésbicas do país, como o fanzine ChanacomChana (década de 80) e o boletim e posterior revista Um Outro Olhar (década de 90 até 2002). Atualmente administra as páginas Um Outro Olhar e Contra o Coro dos Contentes. 

Fundou igualmente o movimento de saúde lésbica no Brasil, em 1994, realizando a primeira campanha de prevenção às DST-AIDS para mulheres que se relacionam com mulheres, em 1995, e editando as primeiras publicações sobre o tema desde essa época (em 2006 publicou a 4 edição da cartilha Prazer sem Medo sobre saúde integral para lésbicas e bissexuais). Participou da organização do I EBHO (1980), organizou dois encontros LGBT nacionais (VII EBLHO/93 e IX EBGLT/97) e foi sócia-fundadora da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT-1995). Participou igualmente de vários encontros internacionais com destaque para a 8ª Conferência Internacional do Serviço de Informação Lésbica Internacional-ILIS (Genebra, Suiça, 28 a 31/03/1986), o I Encontro de Lésbicas-Feministas Latino-Americanas e do Caribe (Cuernavaca, México, 1987) e a Reunião de Reflexão Lésbica-Homossexual (Santiago, Chile/ nov. 1992).

Cantora Kehlani assume ser lésbica no Instagram

sexta-feira, 9 de abril de 2021 0 comentários


A cantora americana Kehlani, dona do hit Nights like this, fazia uma live no Instagram ao lado da sua fotógrafa, Jamie-Lee B, quando disparou: “Querem saber uma novidade sobre mim? Eu finalmente sei que sou lésbica".
Vocês todos querem algo novo sobre mim, vocês querem saber?” perguntou a cantora de 25 anos enquanto cozinhava com um amigo. “Eu finalmente sei que sou lésbica.” O amigo dela reagiu, gritando imediatamente, “lançamento de bomba!”
Ano passado, a artista, 25 anos, havia se declarado queer. Ao assumir-se lésbica, a cantora disse que a situação dela é mais fácil, pois é muito difícil as pessoas olharem para ela e dizerem que ela é homossexual.

A americana completou falando que muitos artistas acabam sendo forçados a se assumir. “É mais difícil para homens negros gays. É mais difícil para mulheres negras homossexuais 'masculinas", completou Kehlani.

Diante da repercussão da notícia nas redes sociais, a cantora mostrou-se surpresa, mas muito feliz com as mensagens de apoio e carinho recebidas.

Com informações de Cantora Kehlani assume homossexualidade em live nas redes sociais, Correio Braziliense, 08/04/2021, Kehlani assumiu ser lésbica em uma live no Instagram, por Vinicius Prado, 07/04/2021, Portal RapMais.


Marina Lima lança songbook e EP e fala sobre relação com advogada

segunda-feira, 5 de abril de 2021 0 comentários

Marina Lima e a namorada Lídice Xavier

Marina Lima aparece na tela do laptop pontualmente às 19h30, hora marcada para a entrevista por videochamada. A precisão do horário remete, imediatamente, às características de seu signo, virgem, cantado em verso, prosa e título de um dos 21 álbuns da cantora. Marina em seu apartamento em São Paulo, onde mora há 11 anos 

Uma das representantes máximas das aspirações da geração dos anos 1980, Marina — moderna desde o primeiro acorde — não se prendeu ao passado. O tempo fez com que ela mudasse e avançasse. “As mulheres costumam ter problema com idade. Não sou assim. Nunca fui presa a estereótipos. Aos 65 anos, me sinto inteira e com o direito de dizer tudo que penso, sem culpa.”

Tamanha liberdade ganhará, na sexta-feira, dia 9, sua mais perfeita tradução com o lançamento, simultâneo, do livro “Marina Lima música e letra” e do EP “Motim”. O songbook celebra um ciclo de 21 discos e contém partituras e letras de 175 canções compostas, interpretadas e com arranjo de Marina. É digital, didático e gratuito. “O público fez a minha obra, que toca no rádio até hoje, do Oiapoque ao Chuí. Quis dar de volta”, justifica. O EP traz quatro músicas — “Motim” (Marina/Bizzotto/Alvin L.), “Kilimanjaro” (Marina/Alvin L./Alex Fonseca), “Pelos apogeus” (Marina) e “Nóis”, com participação de Mano Brown.

A seguir, os melhores trechos da conversa com O Globo em que Marina falou sobre sexualidade, depressão, pandemia e Brasil.

Completamos um ano de pandemia. Como você enxerga esse momento?

Estou no limite. O Brasil vive um caos, e a gente não vê um caminho. Ninguém toma providência. Estou, desde o começo da pandemia, muito isolada. Por isso, criei tanto. Voltei a estudar, a compor, terminei o songbook. Mãos à obra, falei para mim mesma. Do contrário, a gente faz um buraco e se enterra.

Como surgiu a ideia do songbook e do EP?

Qualquer artista quer criar um songbook. A vida inteira, achei que era cedo. Quando fiz 20 discos, falei: “Agora dá”. Convidei o músico Giovanni Bizzotto para transcrever as músicas e ficamos dois anos trabalhando. O songbook contempla 21 discos e contém letras e partituras de 175 canções minhas ou gravadas por mim. É didático, digital e gratuito. O público fez a minha obra, que toca no rádio até hoje, do Oiapoque ao Chuí. Quis dar de volta. Já com o EP, lanço quatro músicas fortes e independentes: “Motim” “Pelos apogeus”, “Kilimanjaro” e “Nóis”, com Mano Brown.

Você é uma artista que se posiciona bastante, né?

Neste momento, como não se posicionar? O Brasil parece um filme de terror. Tem um bando de gente negacionista no comando que não quer encarar a realidade. Bastou o Trump (Donald Trump), que negava a ciência e tinha problema com a questão do clima, deixar a presidência dos Estados Unidos e entrar o Biden (Joe Biden), um presidente responsável, para o avanço ser enorme. E aqui nada acontece. Estamos imobilizados dentro de casa e as pessoas loucas fazendo tudo o que querem.Marina Lima: EP de inéditas 

Como você vê o novo feminismo?

Se tivesse que escolher vir de novo na música, queria ser eu mesma. Mas, caso pudesse mudar de área e ser mais velha, seria a Heloisa Buarque de Hollanda (escritora, pesquisadora e crítica literária). Gostaria de envelhecer como ela. Que farol. O tempo dela é hoje. Se tivesse a chance de ser mais nova, escolheria a Maria Casadevall, uma atriz incrível que fala sobre as questões social, indígena e de gênero. O negócio é espelhar-se nisso.

Você disse que o tempo da Heloisa Buarque de Hollanda é hoje. Também sente isso?

As mulheres costumam ter problema com a idade. Para algumas, é muito limitadora. Elas se sentem passadas. Não sou assim. Nunca fui presa a estereótipos, sempre gostei de viver a minha idade. Aos 65 anos, me sinto inteira e com o direito de dizer tudo que penso, sem culpa. Se não gostarem, paciência. É a minha existência e já tenho liberdade e direitos adquiridos de tempo e estrada para falar o que me interessa.

E a questão estética?

Não é um problema mais para mim. Sempre achei que tinham coisas ao favor de nós, mulheres. Sentia pena, antigamente, dos meus amigos que não podiam se maquiar. Mas olha o Fiuk no “BBB 21”. Ele usa saia, pinta o olho, faz rabo de cavalo. É isso. Liberdade e espaço conquistados. O resto depende da cabeça, de como se colocar. Mas claro que existem as angústias. Por exemplo, quando tive depressão. Foi bom ter vivido e entrar em contato com meu lado sombrio.

Essa crise depressiva foi nos anos 90.

Sim. Era a mulher pop do Brasil e não estava gostando mais daquela demanda. Percebi que precisava procurar um trabalho um pouco mais sofisticado e sabia que isso custaria um preço. E vamos nos deparando com pessoas que nos decepcionam, com a inveja, isso vai dando tristeza. Foi uma depressão que acabou atingindo a minha voz porque a voz depende da respiração. E eu mal conseguia respirar, era uma angústia imensa, doía... Mas, quando foi passando, senti uma libertação. Entendi quem eu era, quem eu queria ser e quem estava comigo ainda. Para quem estava ligado a uma coisa antiga, ficaram os discos. Os que me acompanharam foram muito bem-vindos, vamos juntos.

A sua voz também foi afetada por um procedimento médico na garganta que deu errado?

Tive uma gripe fortíssima, estava péssima, fui ao médico e ele resolveu aspirar um pus na garganta, e acho que aquilo me machucou. Foi um conjunto de coisas. Porém, quando fiquei livre da depressão, entrei na fono, realizei exercícios e fui melhorando.

De que maneira tratou a depressão?

Procurei um psiquiatra. Em seis meses, comecei a entender tudo de novo. A depressão representou um divisor de águas. Do contrário, seguiria um perfil de carreira feito uma boneca.Marina Lima Foto: Sergio Santoian

Qual é a importância de falar sobre saúde mental?

Hoje está muito melhor, quebrou-se um preconceito em relação a esse tema. Porém, quando tive depressão, muita gente achava que era frescura. As pessoas diziam: “Ah, Marina, para com isso”. Qualquer pessoa que tenha problema com álcool e drogas e fale sobre isso, abre caminhos para a cura de muita gente.

Como você passou pelas drogas nos anos 1980?

Sempre gostei de ginástica, do dia, de praia, de pegar onda. O Caju (Cazuza) ficava indignado porque ele não contava comigo nas noitadas, eu era matinê. Mas claro que experimentei de tudo. Não gostava de cheirar pó, ficava tensa, com taquicardia. Sorte a minha. Maconha, acho que tem de liberar.

E a decisão de viver plenamente sua sexualidade?

Minha família sempre foi liberal. Isso nunca foi um assunto à mesa. O importante era eu e meus irmãos (um deles, o imortal da ABL Antonio Cicero) estudarmos. Só toquei nesse tema com a minha mãe, aos 17 anos, quando resolvi arriscar e viajar com uma pessoa famosa. Não queria que ela soubesse de outras maneiras. Difícil foi entender que o mundão não era o meu núcleo familiar.

Essa famosa, sua primeira namorada, foi a Gal costa. ela não gostou quando você falou sobre esse relacionamento. O que aconteceu?

Na década de 1990, resolvi abrir isso na revista de uma amiga. Tinha namorado pessoas em São Paulo, gente de moda, das artes plásticas, e via que os pais as perseguiam. Fiquei impressionada e quis ajudar. Morava no Rio, que, naquela época, era uma cidade mais liberal. Nunca poderia imaginar que a pessoa em questão fosse ficar puta. Até por que aprendi muito sobre libertação sexual com aquela geração, com os baianos. Não toco mais nesse assunto, não quis aborrecer ninguém. Foi um susto causar incômodo, fiquei indignada até. Mas cada um sabe da sua vida.

E agora você está morando em São Paulo e casada.

Moro em São Paulo há onze anos e estou casada há oito. A Lídice (Xavier) é uma pessoa incrível. Aos 20, 30 anos, a gente idealiza as coisas. Passei muito tempo sozinha. Pensei: “Vou segurar a minha solidão e carência e esperar alguém com quem tente ter uma vida realista, não idealizada”. O dia a dia é difícil. Estava há três anos morando em São Paulo quando conheci uma advogada carioca, amiga de um amigo, num show meu. Foi amor à primeira vista.

Vocês pensam ou pensaram em ter filhos?

Quando completei 40 anos, me deu vontade de ser mãe. Mas primeiro teria que escolher quem seria o pai. A maioria dos homens com quem gostaria de ter um filho eram grandes amigos. E eles estavam casados ou não queriam. Fui adiando. Aos 50, deixou de ser uma questão. Quando conheci a Lídice, ela estava nesse impasse. Disse: “Se for importante para você, topo ter um filho”. Mas ela optou por não ter. Foi uma decisão em comum.

Depois do lançamento do songbook e do EP, quais são seus planos? O que espera do futuro?

Espero que tudo melhore e que em 2022 a gente renove o quadro que está aí. A comunicação musical mudou. Desejo fazer discos menores, trilhas sonoras de filmes e de marcas. Quero me comunicar de todas as formas que a vida colocar ao meu dispor.

Clipping Marina Lima lança songbook e EP, conta como tem criado na pandemia, lembra depressão e fala sobre relação com advogada. Já tem oito anos. Foi amor à primeira vista', afirma a cantora, por Marcia Disitzer, 04/04/2021 

Horóscopo de abril (2021)

quinta-feira, 1 de abril de 2021 0 comentários

Míriam Julie

ÁRIES
21/03 a 20/04

É provável que, durante este trânsito, você se sinta muito bem, com segurança para enfrentar qualquer coisa. Trata-se de um período em que se sentirá otimista, como se fosse capaz de tudo. Entretanto, pode ser que esteja sendo excessivamente confiante, portanto, cuidado para não assumir mais do que pode fazer.

É possível que alguns antigos projetos atinjam seu ponto decisivo agora. As consequências disso podem ser boas ou más, a depender de seu acerto ao estimar sua capacidade no passado. Talvez este momento lhe exija mais do que você pode fazer e, nesse caso, é melhor abrir mão de certas coisas.

Este período também pode trazer uma certa inquietude, pois você sentirá como se seu universo habitual simplesmente não fosse "grande" o bastante ou não lhe trouxesse experiências suficientes. Caso se sinta assim, precisará ampliar um pouco seu raio de atividades, mas lembre-se mais uma vez de não se exceder.

Talvez tenha dado às pessoas a impressão, correta ou não, de ser muito ambiciosa ou de querer demais. Assim, é possível que se sinta detida por elas. Se isso acontecer, tudo que pode fazer é abordá-las diretamente e garantir não ter a pretensão de ocupar a posição delas (a menos, é claro, que seja esse seu objetivo). Devido a essa possibilidade, você precisa fazer certas concessões.

Contudo, nada disso será inevitável. Com um pouco de cuidado e comedimento, você poderá obter o melhor desse trânsito, que lhe será benéfico especialmente nas questões financeiras.

A depender de suas próprias tendências, ele poderá torná-la extremamente extravagante ou extremamente bem-sucedida em tais assuntos.

TOURO
21/04 a 20/05

Durante este período, seus relacionamentos terão um novo sabor de liberdade e emoção. Se já não estiver vivendo um romance, o trânsito bem pode trazer o início de algum.

Nesse caso, é provável que ele seja ímpar em termos de sua experiência, pois se sentirá atraída por pessoas diferentes de você em classe social, etnia, idade ou interesses.

Você buscará fugir da rotina através desse amor e provavelmente o conseguirá. E os relacionamentos iniciados durante este trânsito devem ser capazes de durar, pois você e a parceira estarão dispostas a manter a chama acesa, evitando que a relação fique estagnada. Além disso, ambas farão questão de dar espaço e liberdade uma a outra.

Se já estiver envolvida num relacionamento, este será um bom momento para lhe dar novo alento através de algumas mudanças. Vocês aprenderão que nenhuma das duas precisa temer o desejo de independência e expressão individual que ambas possuem.

Este trânsito costuma trazer, além disso, amizades que são cheias de emoção e desafio e, ao mesmo tempo, muito construtivas. Todos os tipos de contato social, inclusive os que normalmente são rotineiros e aborrecidos, poderão tornar-se agora uma fonte de novas e fascinantes experiências. A vida não será nada monótona ao longo deste trânsito.

GÊMEOS
21/05 a 20/06

Este é um momento de muita energia e iniciativa. Você estará muito autoconfiante e será capaz de resolver qualquer questão com bom senso. A época favorece novos projetos, prenunciando bons resultados para a maioria dos que iniciar agora.

Entretanto, é preciso que assuma uma postura ativa a fim de obter o melhor deste período. Ele lhe trará oportunidades, mas será preciso aproveitá-las. Todavia, isso não deverá ser problema, desde que efetivamente exista uma vontade de tomar a iniciativa.

Você será capaz de perceber melhor seus próprios propósitos que em outras épocas. Terá muita força de vontade, além de dedicar-se a metas bastante definidas.

Poderá agir com decisão e convicção. Sob este trânsito, terá condições de convencer as pessoas de seu ponto de vista e de fazê-las seguir suas sugestões.

Aliás, tudo que fizer deverá estar voltado para a ampliação de sua esfera de interesses. Você não agirá por razões mesquinhas, sempre tendo em mente objetivos de primeira linha. As pessoas terão respeito por sua óbvia integridade, o que as levará de bom grado a ajudá-lo.

Se tiver alguma questão a resolver na justiça agora, o resultado deverá ser a seu favor. Na verdade, você provavelmente chegará a um acordo que beneficie ambas as partes.

É bem provável que esta seja a hora de usufruir do sucesso profissional graças a seu senso de oportunidade e a sua capacidade de aproveitar as chances que surgirem. Isso lhe permitirá crescer sem precisar afastar os outros. Todos reconhecerão que seu sucesso é merecido.

CÂNCER
21/06 a 22/07

Este trânsito pode representar coisas diversas para diferentes pessoas. Por um lado, ele possibilita um crescimento cuidadoso e bem fundamentado no esforço e na perseverança. Por outro, pode trazer um período de extrema impaciência e inquietude.

Durante este período você pode esperar qualquer uma das seguintes possibilidades: mudança de casa ou de emprego; mudança de situação financeira (geralmente para pior); isolamento em função do trabalho; gosto pela solidão; perseverança e aplicação.

Duas qualidades provavelmente determinam o tipo de efeito que esse período exercerá sobre você. Antes de tudo, se já for uma pessoa disciplinada e perseverante, você reagirá com paciência às energias deste trânsito.

Porém o mais importante será sua atitude em relação às áreas de sua vida que o trânsito pode afetar. Provavelmente você agirá com perseverança nos setores em que está satisfeita, dedicando-se a eles ainda mais que em outras épocas. Já nas áreas que lhe são mais opressivas, você viverá tensões e terá o desejo de rebelar-se contra as limitações.

É difícil dizer se você terá razão em impacientar-se com essas restrições em tantas áreas. Naturalmente, estará certa sempre que quiser aperfeiçoar sua própria vida. Você tem de decidir se corta alguma coisa de uma vez ou se se dedica a ela para que melhore até chegar a um estado aceitável. Ambas as reações têm sua adequação.

LEÃO
23/07 a 22/08

Durante este período você fará diversos ajustes em sua vida, afastando-se das pessoas ou circunstâncias que não lhe vêm trazendo nenhum bem.

Você irá alterar todos os padrões de comportamento ou moralidade que considera inadequados, além de realinhar melhor sua concepção de dever e responsabilidade, tornando-a mais de acordo com a realidade.

Nesse processo, talvez viva uma certa tensão e se sinta um pouco desorientada, sem saber se vai em frente ou retrocede, se expande ou restringe.

Talvez o melhor seja agir por conta própria, pois os conselhos serão de pouca valia, a menos que os selecione com muito cuidado. A questão aqui é crescer e avançar em certas áreas e, ao mesmo tempo, retroceder em outras. Você não terá condições de levar tudo adiante, por mais que assim prefira.

Nos negócios e questões profissionais, o momento é crítico, embora não necessariamente mau. Isso simplesmente significa que tudo que fizer agora terá efeitos mais importantes no futuro que as ações costumeiras.

Por isso, você deve ter paciência para encontrar a melhor solução para qualquer problema nesta área também. É possível que mude de emprego ao longo deste trânsito por receber uma proposta que lhe dê mais oportunidades de crescer.

Nesse caso, aceite-a porque tais mudanças costumam ser benéficas sob esta influência. No geral, você deve aproveitar qualquer oportunidade que lhe permita ampliar seu raio de ação e libertar-se das limitações que a vêm atingindo. A questão está em fazê-lo de um modo não destrutivo.

VIRGEM
23/08 a 22/09

Este trânsito a fará sentir-se muito bem, adotando uma atitude otimista e positiva diante da vida. Você sentirá muito afeto e generosidade para com todos, principalmente os amigos e as pessoas com quem convive diariamente. Será como uma vontade de proteger e cuidar de todos os que conhece.

Você será capaz de viver as mais profundas experiências a partir das mais simples e banais interações com as pessoas.

O ambiente em que vive ou frequenta, seus parentes e familiares lhe darão uma satisfação que pode não ter sentido em outras épocas.

Todos esses contatos lhe darão oportunidade para crescer e expandir sua vida. Os limites normalmente restritos da rotina e do cotidiano poderão realmente trazer-lhe novas chances e oportunidades.

Cultive suas amizades, pois há muita probabilidade de que um amigo possa fazer-lhe um grande favor agora. O mesmo pode acontecer de forma invertida, isto é, você ajudar a um amigo.

Qualquer que seja o caso, o resultado será uma maneira de você avançar. As amizades ou outros relacionamentos envolvendo as mulheres serão quase sempre gratificantes ao longo deste período, proporcionando-lhe muitos benefícios.

Eles podem manifestar-se sob a forma de uma experiência emocionalmente enriquecedora ou uma oportunidade profissional.

É possível também que uma mulher aja como guia em relação a determinados aspectos de sua própria personalidade que você normalmente não vivencia, mas que podem ajudá-la a atingir uma completa compreensão de si mesma.

Este trânsito poderá estimular seu interesse pelas questões do espírito ou da religião, geralmente na forma de um interesse renovado nas crenças religiosas ou espirituais que aprendeu quando criança.

Tais experiências de seu passado podem ser de grande valia para você agora. O fato de revivê-las não quer dizer que você esteja voltando a atitudes que já havia superado. Ainda há nelas algo que você deve observar e aprender.

Às vezes este trânsito pode indicar uma atenção por parte do público ou uma necessidade de lidar de alguma forma com grandes grupos de pessoas. Seja qual for o caso, você se sairá bem.

LIBRA
23/09 a 22/10

Este costuma ser um excelente trânsito para a maior parte dos relacionamentos, mas há certas armadilhas a evitar.

Basicamente, ele representa um desejo de crescer e progredir através do contato com as pessoas. Provavelmente você estará disposta a dar tanto quanto receber.

Este trânsito lhe traz a possibilidade de tornar-se realmente uma pessoa melhor, num processo de autoconhecimento profundo que já vem acontecendo ao longo dos anos.

É bem frequente este trânsito trazer consigo uma oportunidade "de sorte" através de um amigo ou sócio. Contudo não se trata tanto de sorte quanto de seu estado de alerta para as coisas que possam beneficiá-la.

Seu senso de oportunidade estará aguçado e, além disso, sua sensibilidade diante das pessoas e das necessidades alheias será maior que a usual.

Os benefícios deste trânsito poderão incidir tanto sobre a vida pessoal quanto a profissional. É possível que surja uma oportunidade de ganhar dinheiro ou de melhorar sua residência, tornando-a mais agradável.

Ou então de conhecer pessoas que irão ajudá-la a aprender mais sobre o mundo e a expandir seus pontos de vista.

Contudo, você terá de estar disposta a deixar que isso aconteça, o que quer dizer que deve manter-se receptiva

ESCORPIÃO
23/10 a 21/11

Este é normalmente um trânsito bem agradável, indicando harmonia nos relacionamentos e talvez até o surgimento de uma nova relação que virá a ter muita importância em sua vida. Você sentirá muita vontade de amar, sendo capaz de dar seu amor a todos os que a cercam.

Este trânsito reforçará seu gosto pelas coisas belas e suntuosas. Além disso, você provavelmente não estará muito disposta a abrir mão do que deseja.

Tenha cuidado para não desperdiçar recursos valiosos nem jogar dinheiro fora. Se for cautelosa, será possível fazer excelentes investimentos neste período, mas apenas se analisar todas as possibilidades com muita calma.

No plano físico, este trânsito significa o risco de ganhar peso porque estimula o desejo de comidas pesadas, gordurosas ou doces. Talvez seja melhor evitá-las por um tempo.

Num plano inteiramente diferente, este trânsito significa muitas vezes um desejo de arriscar-se em jogos de azar. O dinheiro ganho agora, se inclui na categoria do "fácil de ganhar e fácil de gastar".

Mas o problema aqui é que você pode jogar ou investir com base em expectativas irrealistas ou na falsa convicção de que nada vai dar errado. Infelizmente isso não corresponde à verdade, portanto seja muito cautelosa.

SAGITÁRIO
22/11 a 21/12

Como no momento você estará interessada principalmente em seus ideais de vida, é bem provável que formule suas metas em termos muito idealistas.

Além disso, estará menos concentrada nos aspectos negativos da vida, sendo mais capaz de apreciar os aspectos positivos. Apenas procure ter certeza de não estar fugindo de seus reais problemas.

Agora você achará que a satisfação das suas necessidades não é algo tão urgente quanto antes. É provável que queira ajudar os menos afortunados.

Prestando esse tipo de auxílio, você terá uma sensação de realização pessoal que supera qualquer sacrifício que venha a fazer. Por isso, talvez se envolva com instituições de caridade e outras organizações que ajudem os pobres.

Com este trânsito, é possível que sua preocupação com a religião, a filosofia e a espiritualidade aumente. Você sentirá um forte impulso para vivenciar os aspectos mais elevados da existência, mas talvez as religiões ortodoxas não lhe satisfaçam essa necessidade.

Assim, pode ser que se envolva com um dos grupos místicos e espirituais atualmente existentes. Ou então encontre uma pessoa que lhe revele algo acerca dessa dimensão do universo.

Na verdade, a natureza deste trânsito é tal que facilitará sua percepção espiritual mesmo nas áreas mais banais e rotineiras de sua vida.

CAPRICÓRNIO
22/11 a 19/01

Este trânsito em geral representa um período de otimismo e pensamento positivo. Você sentirá ter atingido um ponto de equilíbrio que lhe permite uma boa visão de sua vida.

Por isso, este é um bom momento para reorganizar-se e para traçar planos de longo prazo. Procure empregá-lo para ganhar uma nova perspectiva através de estudos ou viagens ou por intermédio de um dos atuais grupos que se dedicam a elevar o nível de conscientização.

O momento prenuncia equilíbrio físico e psicológico. Caso tenha estado doente, seja física ou mentalmente, o trânsito ajudará tremendamente no processo de recuperação.

Além disso, a hora é boa para analisar suas metas e ideais, pois agora será possível atingi-los de diversas formas.

É possível que antes tenha havido muita tensão em sua vida ou muita resistência contra eles por parte dos outros.

Se estiver ligada a algum movimento de reforma, agora é um bom momento para empreender uma ação positiva. Ou talvez se envolva com uma religião ou filosofia, pois terá necessidade de saber muita coisa que está além da aparente ordem das coisas.

É bem possível que não faça nada durante este trânsito, pois ele dá uma sensação de equilíbrio, mas nenhum impulso específico de realização. Você se sentirá relaxada e muito à vontade, com boa disposição de espírito para viajar, seja para descanso ou estudo.

O importante a lembrar neste trânsito é que ele representa essencialmente uma oportunidade. Você não se sentirá guiada por nenhum tipo de energia nem tampouco sentirá resistência se quiser fazer alguma coisa. Embora possa aproveitar maravilhosamente este período, caberá a você a iniciativa para tal.

AQUÁRIO
20/01 a 18/02

Este trânsito lhe dará uma boa dose de confiança, infundindo-lhe capacidade de se afirmar. Em geral, não há problema nisso, mas algumas pessoas expressam essa energia através da arrogância e do desejo de dominação.

Desconfie da segurança que a tente a realizações que estão acima de sua capacidade. Procure não correr riscos desnecessários em atividades físicas que a exponham a acidentes.

A falta de temperança em qualquer setor pode anular completamente a natureza basicamente positiva das energias deste trânsito. Evite os exageros e procure manter o senso de proporção.

Se o conseguir, poderá trabalhar mais e melhor. Você será capaz de realizar coisas que geralmente tem receio de fazer por sentir-se inadequada, além de poder tomar iniciativas que normalmente deixaria aos outros.

Com planejamento, cautela e comedimento, este trânsito em geral representa ações oportunas, que ocorrem na hora certa e potencializam os resultados.

E nada disso é sorte, mas percepção e habilidade. Porém tudo exige preparo e previsão, pois agora qualquer ato impulsivo resultaria provavelmente em fracasso.

Talvez seja especialmente importante apaziguar pessoas que exercem autoridade hierarquicamente superior à sua. Se agir com precipitação, elas podem alarmar-se e pensar que você representa uma ameaça, independentemente de suas intenções.

Naturalmente, caso seja essa sua intenção consciente, o trânsito a ajudará, partindo do princípio de que você tenha preparado tudo cuidadosamente. Se não estiver consciente de seus propósitos, poderá enfrentar oposição de seus superiores sem nem saber por quê.

PEIXES
19/02 a 20/03

Este pode ser um trânsito bastante desnorteador, tendo em vista a rapidez com que os novos dados e informações a atingirão.

Talvez seja muito difícil chegar a decisões inteligentes em qualquer que seja o assunto. Se não conseguir calma e tranquilidade de espírito, cancele suas decisões até que seus sentimentos esfriem um pouco.

Por mais fácil que isso lhe pareça, neste trânsito as pessoas tendem a tomar decisões abruptas e impulsivas. É por isso que as transações comerciais são mais difíceis neste período. Contudo, é possível fazer negócios nas áreas de ciências e tecnologia, principalmente eletrônica.

Por se ajustarem ao simbolismo deste trânsito, elas talvez não fiquem tão complicadas. Porém, mesmo nas melhores circunstâncias, tenha cuidado!

Uma importante manifestação psicológica deste trânsito é a probabilidade de questionamento a suas ideias e opiniões.

Suas convicções podem muito bem-estar em perfeita ordem, mas o universo concorrerá para forçá-la a analisá-las melhor para ter certeza de que realmente estão.

Além disso, você será atraída por modos de pensar radicalmente diferentes, o que também pode provocar certa oposição. Isso provavelmente irá afetar mais sua vida profissional.

Se tiver de expor alguma opinião particular, certifique-se de estar em condições de defendê-la. Porém, mesmo que esteja certa, evite assumir posições dogmáticas. Procure compreender o ponto de vista dos demais, pois poderá ter algo a aprender com eles.

Gunadhara Miten (Miriam Zen)

Terapeuta Holística e Astróloga Humanista há 33 anos, trabalhou como voluntária por vários anos em Grupos de Ajuda a mulheres que sofreram abuso. Trabalhou também como voluntária no CVV ( Centro de Valorização da Vida )

Trabalhando atualmente com massagens terapêuticas, via Método Deva Nishok, utiliza em seus atendimentos terapia tântrica, cura Reconectiva, Reiki, pontos marma, meditação vibracional biodinâmica, Renascimento, terapia taoísta, terapia de cura hawaiana, Barra de Access, MTVSS com o objetivo de refinar a sensibilidade corporal, gerando maior sustentação da bioenergia do corpo, energização dos chackras e equilíbrio da produção hormonal, proporcionando também expansão da consciência, equilíbrio emocional e bem-estar.

Consultora da Rede de Informação UOO ( Um Outro Olhar ).

Para agendar sua sessão de mapa, tarot, de massagem terapêutica, entre em contato no whats app: 11 96405 1934  Email: miriam.julie@gmail.com

 
Um Outro Olhar © 2021 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum