Corte Interamericana determina que 20 países reconheçam casamento igualitário

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018 0 comentários


Corte Interamericana determina que 20 países reconheçam casamento gay
Decisão histórica teve como base uma consulta feita pela Costa Rica sobre o tema. 

A Corte Interamericana de Direitos Humanos proferiu na terça-feira, 9 de janeiro, uma decisão que foi considerada histórica pelos defensores das minorias sexuais, ao determinar a seus países membros que reconheçam direitos plenos aos casais do mesmo sexo e permitam a troca de identidade sexual nos registros civis. O tribunal internacional, com sede em San José (Costa Rica), considerou “necessário” que a figura do matrimônio não se restrinja às uniões heterossexuais, apesar da forte resistência demonstrada por grupos conservadores que exercem sua influência nos países da América Latina e Caribe.
O Estado deve reconhecer e garantir todos os direitos que derivam de um vínculo familiar entre pessoas do mesmo sexo”, afirmou a Corte, e para isso considera pertinente utilizar a figura do matrimônio e não outros formatos legais que poderiam prolongar a discriminação. A decisão foi feita em resposta a uma consulta consulta realizada pela Costa Rica em maio de 2016.
O presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solís, reagiu de imediato com satisfação e com o anúncio de um rápido acatamento da sentença. Centenas de pessoas foram comemorar a notícia na fonte da Hispanidad, localizada em uma rotatória na região leste da capital, à qual costumam ir os torcedores de futebol para festejar os triunfos da seleção costa-riquenha. Também houve críticas de alguns setores políticos conservadores que consideram o decreto uma violação da soberania nacional.

A vice-presidenta da Costa Rica, Ana Helena Chacón, considerada pelos ativistas a principal defensora de políticas igualitárias no Governo, comemorou emocionada a decisão por considerar que estimula os países da região a tirar da invisibilidade centenas de milhares de pessoas que se unem a outras do mesmo sexo ou que possuem uma identidade sexual diferente no Registro Civil de seu país.
Ajuste legal

A opinião consultiva da Corte Interamericana tem implicações que vão além da Costa Rica, porque seu acatamento é obrigatório para os 20 países que atualmente reconhecem a competência do tribunal internacional, alguns dos quais já reconhecem o direito ao casamento igualitário. O Centro pela Justiça e Direito Internacional(Cejil), com sede em Buenos Aires, considerou a decisão “histórica”. 
É uma jurisprudência enorme para guiar os Estados americanos no desenvolvimento de leis e políticas públicas que garantam os direitos de todas as pessoas, em igualdade, e permitam superar a realidade de discriminação e violência que sofrem as pessoas homossexuais”.
Segundo Jefferson Nascimento, assessor do Programa de Desenvolvimento e Direitos Socioambientais da ONG Conectas, a decisão da Corte Interamericana constitui inegável avanço no entendimento regional sobre o matrimônio igualitário. Dentre os países que reconhecem a competência da Corte, apenas Brasil, Uruguai e Argentina reconhecem o casamento igualitário. No Brasil, desde 2011, Supremo Tribunal Federal determinou que casais homossexuais têm os mesmos direitos e deveres que a legislação brasileira já estabelece para os casais heterossexuais. Em 2017, o STF decidiu ainda equiparar os direitos sucessórios de uma união estável com a de um casamento civil, dando mais um passo no reconhecimento igualitário do direitos entre casais gays e casais heterossexuais.

Apesar dos avanços na prática jurídica, o casamento homoafetivo ainda não é reconhecido pela Constituição brasileira. O Projeto de Lei do Senado 612/2011, que altera o Código Civil para reconhecer a união estável entre pessoas do mesmo sexo e possibilitar a conversão dessa união em casamento, foi aprovado em março de 2017 pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e segue em tramitação.

A Argentina foi o primeiro país da América Latina a reconhecer o casamento homoafetivo, em 2010. O Uruguai seguiu o pioneirismo do país vizinho e reconheceu o matrimônio igualitário em 2013.

Os juízes da Corte destacaram a necessidade de que os países comecem logo o ajuste de normas regulamentares ou legais que permitam aplicar esse critério, apesar de ter reconhecido que pode levar tempo por dificuldades burocráticas ou políticas. Afirmou de maneira taxativa que devem ser evitadas considerações religiosas, por ser este um tema próprio dos direitos humanos e não um assunto de fé ou crenças.

Com informações de El País, por Álvaro Murillo, San José (Costa Rica), 11/01/2018

Horóscopo de janeiro (2018)

terça-feira, 9 de janeiro de 2018 0 comentários

Miriam Julie

PREVISÃO JANEIRO DE 2018 


ÁRIES
21/03 a 20/04 

Todo relacionamento deve ser uma expressão sincera daquilo que você é. Porém é muito comum estabelecermos relacionamentos que pouco têm a ver com nosso verdadeiro eu, em geral por medo, necessidade de segurança ou para sanar uma sensação de inadequação. Às vezes, os relacionamentos duram mais do que sua própria estrutura lhes permite, e são esses que sofrerão maior abalo ou talvez uma ruptura agora. Eles estarão contrariando sua busca de vida e auto-expressão. 

A solidão será em geral um problema durante este período, pois sua necessidade de relacionar-se será tão grande quanto a de ser você mesma. Ao invés de funcionar harmoniosamente, como deveriam, essas necessidades estarão em conflito. 

O momento trará desafios. Você terá de decidir em que áreas de sua vida deve se concentrar. Construirá uma nova carreira ou continuará investindo na atual? Tentará tornar sua vida pessoal mais satisfatória? Trabalhará ao lado de outras pessoas ou por conta própria?

TOURO
21/04 a 20/5

Este é normalmente um mês bem agradável, indicando harmonia nos relacionamentos e talvez até o surgimento de uma nova relação que virá a ter muita importância em sua vida. Você sentirá muita vontade de amar, sendo capaz de dar seu amor a todos os que a cercam. 

O período reforçará seu gosto pelas coisas belas e suntuosas. Além disso, você provavelmente não estará muito disposta a abrir mão do que deseja. Tenha cuidado para não desperdiçar recursos valiosos nem jogar dinheiro fora. Se for cautelosa, será possível fazer excelentes investimentos neste período, mas apenas se analisar todas as possibilidades com muita calma. 

No plano físico, indica o risco de ganhar peso porque estimula o desejo de comidas pesadas, gordurosas ou doces. Talvez seja melhor evitá-las por um tempo.

Durante este trânsito, será imprescindível manter todos os seus assuntos sob controle. Há uma forte tendência a excessos, que talvez a impeça de levar em frente as coisas em que está envolvida. O fato é que ele lhe dará a sensação de que as coisas simplesmente estão além de sua capacidade. Tome especial cuidado com as questões financeiras, pois você provavelmente gastará sem pensar, certa de haver abundância de dinheiro e de todos os recursos de que precisar.

Talvez você tenha vontade de trabalhar com outras pessoas nos projetos em que se envolver agora. A percepção delas a ajudará a transcender suas próprias limitações.

GÊMEOS
21/05 a 20/06

Sua aprendizagem no momento não se limitará a verdades espirituais, já que no geral estará intelectualmente mais curiosa e ávida por aprender. O período é muito bom para uma volta à escola ou para fazer cursos que lhe permitam uma melhor visão das questões que lhe interessam. 

Talvez o período marque o início de um relacionamento que poderá lhe trazer muita felicidade emocional. Pode ser um novo amor, embora isso seja bem mais provável de acontecer quando houver a coincidência de outro trânsito favorável. Duradouro ou não, qualquer romance iniciado agora beneficiará muito seu crescimento pessoal

Este período em geral representa um período de otimismo e pensamento positivo. Você sentirá ter atingido um ponto de equilíbrio que lhe permite uma boa visão de sua vida. Por isso, este é um bom momento para reorganizar-se e para traçar planos de longo prazo. 

O setor de saúde pede atenção a áreas ligadas às articulações, músculos e coluna que podem estar mais sensíveis do que o normal.

CÂNCER
21/06 a 22/07

Este mês traz disposição para ampliar a conscientização e a experiência através do contato com as pessoas, aumentando sua magnanimidade no auxílio aos que precisam. Para chegar a isso, você estará sendo ajudada pelo fato de que suas relações serão bastante boas neste período, pois as pessoas lhe estarão demonstrando o que possuem de melhor. 

Tudo isso a tornará mais otimista, levando-a com acerto a crer que haverá interesse em retribuir o que você der aos outros. É possível que este momento marque a chegada de uma pessoa que realmente a ajudará de diversas formas, principalmente ensinando-lhe algo sobre o universo e seu papel dentro dele. Talvez você se torne mais tolerante e aberta a novas ideias ou talvez encontre através deste relacionamento profundas verdades religiosas e espirituais. 

Certamente, agora você estará pronta para uma maior compreensão espiritual do mundo. Será necessário vivenciar algo mais que a banalidade superficial da vida na qual tantos se espelham. Embora esteja inclinada a idealizar o mundo em geral e certas pessoas em particular, no futuro verá que isso não foi uma ilusão, mas um período de verdadeira expansão de seu conhecimento. 

LEÃO
23/07 a 22/08

Algumas vezes este trânsito surte o efeito contrário, levando-a a descobrir que várias relações vêm interferindo em seus grandes objetivos. Nesse caso, acabará pondo fim a esses relacionamentos para recuperar sua liberdade. A questão aqui é o equilíbrio entre os relacionamentos pessoais e seu progresso. 

Talvez deva fazer alguns ajustes ou mesmo mudar seu curso de ação. Será bem melhor fazer isso agora que daqui a vários anos, quando talvez seja tarde demais para livrar-se dos compromissos assumidos. Agora é a hora de mudar. Pode não ser agradável, mas é necessário. 

Provavelmente você agirá com perseverança nos setores em que está satisfeita, dedicando-se a eles ainda mais que em outras épocas. Já nas áreas que lhe são mais opressivas, você viverá tensões e terá o desejo de rebelar-se contra as limitações. 

É difícil dizer se você terá razão em impacientar-se com essas restrições em tantas áreas. Naturalmente, estará certa sempre que quiser aperfeiçoar sua própria vida. Você tem de decidir se corta alguma coisa de uma vez ou se se dedica a ela para que melhore até chegar a um estado aceitável. Ambas as reações têm sua adequação. 

VIRGEM
23/08 a 22/09

O importante a lembrar neste mês é que ele representa essencialmente uma oportunidade. Você não se sentirá guiada por nenhum tipo de energia nem tampouco sentirá resistência se quiser fazer alguma coisa. Embora possa aproveitar maravilhosamente este período, caberá a você a iniciativa para tal. 

Tradicionalmente, este período é considerado um dos mais maravilhosos que pode haver e, de fato, é muito bom. Na pior das hipóteses, você se sentirá bem enquanto ele durar. Estará saudável e muito otimista. Por um instante, as coisas parecerão estar correndo bem e, caso se esforce um pouco, isso acontecerá realmente. Mas se ficar de braços cruzados, a influência benéfica deste trânsito se desvanecerá, deixando pouco em sua esteira. 

Este trânsito indica uma época de equilíbrio em sua vida, quando as exigências do mundo estarão em sintonia com suas necessidades emocionais. As experiências passadas e a maturidade emocional a terão preparado para isso, permitindo-lhe que agora coloque sua sabedoria a serviço de uma vida mais tranqüila. Terá ótimas surpresas no âmbito afetivo/amoroso.

LIBRA
23/09 a 22/10

É possível que durante este mês você tenha menor liberdade de movimentos que de hábito, devido à pressão das circunstâncias e à necessidade de finalizar as coisas. Velhas pendências encontrarão solução agora. Talvez o trabalho lhe exija mais esforço que habitualmente, pois seus chefes podem atribuir-lhe mais responsabilidades do que você desejaria. 

Embora não seja exatamente leve e descontraído, o período deve ser bem produtivo. Entretanto, evite iniciar agora projetos totalmente novos, pois dentro de poucos anos talvez chegue à conclusão de que não dispõe dos recursos materiais ou psicológicos para finalizá-los. Termine o que começou e simplifique sua vida. 

Os relacionamentos válidos não sofrerão grandes abalos, mas os que não o forem se romperão completamente agora. Você estará tentando livrar-se de tudo que não for necessário ou benéfico a seu desenvolvimento nos próximos anos. Os relacionamentos difíceis e complicados serão provavelmente descartados.

ESCORPIÃO
23/10 a 21/11

Este será um mês de considerável tensão e dificuldade nos relacionamentos. É possível que as relações amorosas sofram um esfriamento e até se rompam ao longo deste trânsito. Talvez descubra que um romance não era aquilo que esperava, num rude despertar após agradáveis ilusões. Ou talvez perca subitamente o interesse numa relação que parecia perfeitamente viável até agora. É possível também que seja sua parceira quem tome a iniciativa de deixá-la. 

À parte os relacionamentos, haverá uma impressão de que de algum modo ficou mais difícil relacionar-se com as pessoas. É possível que sinta como se qualquer tipo de relacionamento lhe exigisse em troca sua liberdade e sua individualidade. Todos eles lhe parecerão dar mais trabalho do que valer a pena. 

Um outro efeito deste mês será o de colocar um relacionamento existente à mercê de "circunstâncias além de seu controle", forçando-a a romper-se mesmo contra a vontade das partes. 

Você terá menor liberdade de movimentos que de hábito, devido à pressão das circunstâncias e à necessidade de finalizar as coisas. Velhas pendências encontrarão solução agora. Talvez o trabalho lhe exija mais esforço que habitualmente, pois seus chefes podem atribuir-lhe mais responsabilidades do que você desejaria. Embora não seja exatamente leve e descontraído, o período deve ser bem produtivo.

SAGITÁRIO
22/11 a 21/12

Não há dúvida que agora você terá uma boa chance de sucesso em diversos setores e, dentro de certos parâmetros, deve tentar obtê-lo. Entretanto, procure não se concentrar apenas no crescimento material. Mesmo que não possua todos os bens materiais que deseja, deveria prestar um pouco mais de atenção a suas necessidades interiores e espirituais. 

Os bens e objetos que adquire, o dinheiro e até o prestígio social são apenas artifícios que lhe dão a sensação de satisfação. Em si, eles não são a própria satisfação. São seus problemas íntimos que fazem de sua vida menos do que poderia ser, mesmo que tenha problemas correspondentes no universo material. Você deve procurar as soluções dentro de si mesma, e este mês representa um momento de decisão, quando você deve começar a procurar respostas. 

As amizades ou outros relacionamentos envolvendo as mulheres serão quase sempre gratificantes ao longo deste período, proporcionando-lhe muitos benefícios. Eles podem manifestar-se sob a forma de uma experiência emocionalmente enriquecedora ou uma oportunidade profissional. Uma figura feminina pode funcionar como guia em relação a determinados aspectos de sua própria personalidade que você normalmente não vivencia, mas que podem ajudá-la a atingir uma completa compreensão de si mesma. 

Às vezes este período pode indicar uma atenção por parte do público ou uma necessidade de lidar de alguma forma com grandes grupos de pessoas. Seja qual for o caso, você se sairá bem. 

CAPRICÓRNIO
22/11 a 19/01

Este mês lhe trará uma certa inquietude. Seu impulso de liberdade é continuamente cerceado pelas restrições deste período. Você sentirá muita necessidade de romper com essas restrições. Talvez mude de emprego ou de residência ou ponha fim aos relacionamentos que lhe parecerem interferir em sua liberdade. Entretanto, essas mudanças normalmente representam apenas reações precipitadas a este período. 

Seria muito melhor que você analisasse calmamente o que está e o que não está funcionando dentro de sua vida para conseguir eliminar conscientemente o que não lhe serve. Procure não agir às cegas, movida apenas pelo sentimento de frustração. A pessoa amada pode mostrar-se mais sensível do que o normal, procure estar atenta ás necessidades dela.

Neste momento haverá um equilíbrio entre o velho e o novo dentro de sua vida, entre o conservadorismo e o desejo de experimentar. Você será capaz de viver uma nova experiência, detectar seu potencial e dar-lhe uma forma concreta na sua vida. Você será paciente na sua abordagem da vida, dispondo-se a permitir que tudo tenha uma chance de provar sua validade. 

AQUÁRIO
20/01 a 18/02 

Este é o momento para fazer grandes planos e concretizar diversas ideias que vem alimentando há tempos. Agora será possível torná-las realidade, contanto que evite certas armadilhas. Neste caso, o principal é procurar não pensar grande demais, tentando fazer coisas absurdas ou impraticáveis. 

Se conseguir verificar cada detalhe, como exige a realização de todo negócio bem-sucedido, o momento é excelente para a finalização de todo tipo de transação comercial, mas é muito importante não negligenciar nenhum detalhe que possa afetar o resultado. Este período permite que se vejam os padrões gerais das coisas e que se façam planos com previdência e sabedoria.

Entretanto, se não tomar cuidado, pode acabar se precipitando e dando passos errados. O melhor será trabalhar com outra pessoa que possa checar seus planos e atuação, chamando-lhe a atenção para qualquer coisa que você possa ter passado por cima. 

Talvez o ritmo das coisas se torne bastante acelerado agora, e essa é uma das razões para você planejar tudo com muito cuidado. É possível que se sinta confusa, não porque a situação seja indefinida ou vaga, mas porque a dimensão dos fatos ultrapassa sua capacidade de apreensão. Isso não deverá acontecer se você pensar em tudo com antecedência. 

PEIXES
19/02 a 20/03 

Sob esta influência, a tendência é ir em busca de tudo que materialmente se quer sem pensar muito em quem está no caminho. A palavra de ordem é a irrestrição, tanto nas aquisições quanto nos prazeres. Então, à medida em que o período vai chegando ao fim, as pessoas sentem que seus atos não deram em nada e que suas vidas estão tão vazias quanto antes. Na primeira metade deste ciclo, seu crescimento foi material. 

Não seja arrogante nem presuma que está sempre com a razão. Através de contatos significativos com as pessoas, principalmente nos relacionamentos mais íntimos, você poderá descobrir qual o caminho a seguir agora.

Trabalhe ao lado dos outros e pense em termos de crescimento recíproco. Ao tentar atingir metas traçadas a dois e agir como numa verdadeira parceria, ambos se tornarão mais conscientes do que são enquanto indivíduos. Se reconhecer o verdadeiro significado deste trânsito em termos de sua própria vida, este poderá ser um período bastante produtivo e benéfico para seu crescimento, um período que sempre terá sentido e importância para você.


Miriam Julie é astróloga humanista, terapeuta holística, taróloga e numeróloga há 31 anos e mantém, desde 2004, as previsões astrológicas anuais e mensais, entre outras, do site da Um Outro Olhar. É especialista em Sinastria Amorosa (mapa e Tarô). Experiência em grupos de RENASCIMENTO do método OSHO, consultora em grupos de Ajuda e Orientação sobre sexualidade humana ( Pro-Women Sex e Sexpert group).

Formada como Terapeuta Renascedora e Corporal no Centro Metamorfose, utiliza o Método Deva Nishok de Massagem Tântrica para proporcionar estados alterados de Percepção e Consciência através das técnicas de Terapêutica Tântrica: Sensitive Massagem, Êxtase Total Massagem, Yoni e Lingam Massagem, G-Spot e P-Spot Massagem,

Para consultas online ou pedidos de mapa astral, combinação de mapas,previsões(sinastria) , agendamento de terapia tântrica e cursos de massagem , entrar em contato :  Whats app 11 96405 1934; miriam.julie@gmail.com 

Após pedido de casamento, jovem é assassinada pelo pai da namorada

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018 0 comentários

Lésbica é assassinada pelo pai da namorada ao tentar fazer pedido de casamento

Anne Mickaelly era natural de Presidente Dutra, no Maranhão.

Uma jovem de 23 anos foi assassinada a facadas na noite desse sábado (7), na quadra 519 de Samambaia. O principal suspeito de cometer o crime é um homem de 46 anos, pai da garota com quem a vítima mantinha um relacionamento amoroso. Anne Mickaelly havia ido à casa da namorada para pedi-la em casamento.

No local, antes de fazer o pedido, Mickaelly soltou alguns fogos de artifício. Irritado, o suspeito pegou uma faca e correu atrás da vítima. Ao ser alcançada após alguns metros de corrida, ela foi esfaqueada na cabeça e no rosto. A jovem morreu no local e o homem fugiu. Ele permanece foragido.

Jose Eduardo Galvão, delegado responsável pelo caso, diz que vários vizinhos foram ouvidos e confirmaram terem visto o homem atacando a jovem. Galvão disse que o suspeito já tinha passagens pela polícia, mas nada relacionado a homicídio. 
Era uma coisa que ele não esperava [o pedido de casamento] e não reagiu bem. Agora vai ter que pagar por isso”.
Anne Mickaelly era natural de Presidente Dutra, no Maranhão. Ela estava em Brasília a passeio e, segundo o delegado, não tem parentes na capital. Amigos foram ouvidos e confirmaram o relacionamento entre a vítima e a filha do acusado.

Fonte: Jornal de Brasília, 08/01/2018


Início do namoro das garotas Lica e Samantha da novela Malhação

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017 0 comentários

Atual temporada do folhetim juvenil foi marcada por alguns beijos entre pessoas do mesmo sexo.
Foto: Globo/Reprodução

Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio) começarão a namorar nos próximos capítulos de Malhação Viva a Diferença. O selinho foi na quinta (21), e o início do namoro será nesta sexta (29/12)

A novela promete tratar o assunto com muito cuidado e delicadeza para não chocar o público. Primeiro, elas se aproximaram e flertaram, igual qualquer casal. Quem tomou a iniciativa e deu um beijão na outra foi Samantha.
Eu andei pensando no que a gente conversou e… Acabei de descobrir que sou mais corajosa do que eu pensava. Não sei onde isso vai dar, mas não tô nem aí!”, dirá Samantha, antes de dar um beijo na boca de Lica.
Garota! Você é louca mesmo!”, declarará ela, sorrindo.
Após o beijo, Lica dialogou com Tina (Ana Hikari), que questionou o que a amiga achou da atitude de Samantha.
Eu? Eu adorei! Achei bem louco e bem sexy!”, ela disparou.
Cês duas são bem doidinhas mesmo, né?”, falará Tina.
Pode ser, mas acho que isso é bom, sabia? A gente se entende”, responderá Lica.
Tô vendo que essa história tá só começando. Eu tenho que desligar agora, mas depois eu quero saber todos os detalhes!”, comentará Tina.

Só não demora muito porque aqui o ritmo é acelerado, os capítulos voam… Depois vai ficar difícil te atualizar”, brincará Lica.
O início da paquera entre as meninas começou na quinta-feira (21), quando trocaram um selinho. Mas o beijo e o início do namoro entre elas acontece nesta sexta (29).

Fonte: Diário de Pernambuco, 22/12/2017

Casamento de pessoas do mesmo sexo depois dos 50

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017 0 comentários

Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press
Thusnelda Frick (E), 63, e Patrícia Fernandes, 53 anos, estão juntas há 11 anos.
Para elas, assumir a orientação sexual foi natural

Número de casamentos gays cresce no país mesmo com preconceito
Homens e mulheres têm deixado de lado o medo de se expor e assumido a homossexualidade depois de viver relacionamentos tradicionais

A decisão de assumir a homossexualidade ainda é um processo complicado para muita gente, independentemente da idade. No entanto, admitir depois dos 50 anos, após um casamento convencional e filhos, tem um peso diferente. A preocupação passa a ser a exposição dos filhos e a manutenção de um relacionamento familiar saudável. Apesar do preconceito, que ainda é forte, um número crescente de pais e avós tem saído do armário provando que não há idade para ser feliz e revelar sua verdadeira orientação sexual.
Essas pessoas já sabiam, de alguma forma, tinham esse desejo, essa orientação, mas por pressão social, para não decepcionar a família, elas desenvolvem uma atitude heterossexual, guardam o desejo. Quando os filhos crescem, já cumpriu com aquilo que é esperado socialmente, se casou, então, ela consegue viver sua própria orientação. É mais difícil, mas é libertador da mesma forma”, explica o psicólogo Claudio Picazio.
Esse é o caso de André (nome fictício), de 52 anos, pai de uma criança e dois adolescentes. Ele diz que sempre quis ter uma família e por muito tempo abdicou de um desejo por outro. 
Desde cedo percebi a situação, mas me atraía mais a ideia de construir uma família convencional. Depois que decidimos nos separar, resolvi explorar esse lado da sexualidade. Muita coisa havia mudado, pelo menos na esfera social em que vivo”.
Há três anos em uma união estável, ele ainda evita demonstrações públicas de afeto e exposição por causa dos filhos. 
Eles tomaram conhecimento aos poucos e foram se acostumando com a situação. Hoje, encaram tudo com certa naturalidade, mas como vivemos em uma sociedade preconceituosa, procuro evitar exposição. Não me sinto à vontade para trocar carinho em locais públicos. Acho bonito ver tantos jovens lidarem com isso com naturalidade, apesar de vivermos em uma sociedade bem preconceituosa”, relata.
Com os filhos adultos, o processo de assumir a orientação sexual foi natural para a aposentada Thusnelda Frick, 63 anos. 
Me apaixonei e conversei com eles. Eu disse: estou com 53 anos e não tenho tempo para esperar. O futuro é hoje e eu quero ser feliz hoje. Depois de um ano, resolvemos viver juntas. Não foi nada surpreendente, para eles é perfeitamente natural”, conta.
Casada por oito anos com um homem por quem, segundo ela, foi profundamente apaixonada, o relacionamento não deu certo e ela reencontrou o amor na relação com Patrícia Fernandes, 53 anos. 
A oportunidade de me apaixonar pela Patrícia aconteceu. Ela é amadurecida, temos uma identificação cultural muito forte, compartilhamos os mesmos interesses. Sou movida por paixões, tenho que me envolver e com ela foi isso”.
Elas estão juntas há 11 anos.

Relações familiares

A coragem de viver a verdadeira orientação sexual tem criado novas configurações familiares, alterando o significado da palavra família. O Brasil avança lentamente rumo a uma legislação mais inclusiva. A união homoafetiva é uma realidade no país desde 2011, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) equiparou a união homossexual à heterossexual. Há quatro anos, foi aprovada a Resolução nº 175 do Conselho Nacional de Justiça, que impede os cartórios brasileiros de se recusarem a converter uniões estáveis homoafetivas em casamento civil. A Dinamarca foi o primeiro país a fazer isso, em 1989. Atualmente, 26 países possuem legislação que permite a união civil entre pessoas do mesmo sexo.

Desde 2013, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou um aumento de 51,7% nos casamentos gays. Entre 2014 e 2015, cresceu mais do que a formalização do compromisso entre casais heterossexuais. Enquanto as uniões entre héteros aumentaram 2,7%, as uniões igualitárias cresceram 15,7%.

Fonte: Correio Braziliense, por Maiza Santos e Aline Brito (Estagiárias sob supervisão de Paulo Silva Pinto), 26/12/2017

Casal de mulheres sofre discriminação em padaria de São Paulo

terça-feira, 26 de dezembro de 2017 0 comentários

Em padaria de SP | Casal de lésbicas sofre ataque e desabafa
Tatit Brandão e Laura M Baruffaldi durante o café da manhã na padaria onde sofreram discriminação

Em padaria de SP | Casal de lésbicas sofre ataque e desabafa

Por meio das redes sociais, a jornalista e atriz Tatit Brandão expôs o ataque homofóbico que ela e sua companheira, a psicóloga Laura M Baruffaldi sofreram na padaria Delícia de Perdizes, localizada no bairro da Pompeia, na zona oeste de São Paulo.

De acordo com a jovem, elas estavam comendo pão na chapa, tomando café e suco de laranja enquanto conversavam, se beijavam, se abraçavam e compartilhavam momentos felizes comuns aos casais, quando foram abordadas por uma das funcionárias do local. 
Olha, dois clientes já foram reclamar com o gerente o incômodo que vocês estão causando. Um deles, um senhor que estava com o filho e foi questionar que tipo de ambiente a padaria, que deveria ser um 'ambiente familiar', nesse momento está proporcionando. Então, eu peço a delicadeza de vocês serem discretas. Não é preconceito por vocês serem assim, nem nada, me desculpa, não é por mal, também sou gay e faz tempo, desde os meus 11 anos. Tem alguns lugares que eu me sinto bem à vontade... no Vermont, na República, no Arouche, mas é que lugares como aqui é bem complicado... Sabe? Meninas, me desculpem mesmo, a padaria quer receber e agradar todo mundo, o gerente pediu para eu vir aqui falar com vocês porque ele sabe que eu sou gay e aqui nunca sofri nenhum preconceito em relação a isso, eles me aceitam normal”, disse a funcionária, segundo o relato da jovem.
Tatit quis entender a situação e questionou a trabalhadora sobre o que ela estava pedindo ao casal. “A moça tentou falar, continuou se embananando mais ainda, se emocionou, pediu desculpas e saiu da nossa frente chorando em direção ao banheiro. Essa cena se repetiu mais duas vezes. Ficamos, claro, paralisadas e incrédulas com o tamanho do horror a que nós três estávamos sendo submetidas.”

Assédio moral e homofobia

A jornalista disse ainda que se viu inserida duplamente em situações desagradáveis, mas infelizmente, ainda rotineiras na atualidade.
Sofrer homofobia já é um horror sem fim. Sofrer homofobia e ao mesmo tempo presenciar um assédio moral descarado entre chefe e empregada, sendo que a empregada sofre o mesmo tipo de opressão que você, é um horror elevado à enésima potência. A funcionária recebendo uma ordem do chefe não está em posição de argumentar, nem discutir, nem se negar a nada, ainda que a ordem seja oprimir pessoas iguais a ela, e a si mesma.”
Ao questionarmos sobre o posicionamento da padaria e perguntamos por que achava que a padaria não estava tendo uma postura homofóbica, se pediram para nos solicitar um disfarce de quem somos, para satisfazer aqueles homens que não nos toleram, ao invés de anunciar aos mesmos que aquele era um lugar que acolhia a diversidade. A moça desmontou novamente, entre o que percebia que estava fazendo conosco (e consigo mesma) e o medo de não cumprir a função de forma satisfatória e correr risco de perder o emprego. Uma atrocidade”, definiu Tatit.
Por fim, a funcionária ofereceu um panetone como presente para o casal, que disse não ter aceitado. 
Saímos dali duas horas depois, paralisadas pelos infinitos minutos de violência. Em direção ao caixa, a passos lentos de um momento amargado, no chão de lama da nada Delícia das Perdizes, com os olhos atentos a todos que nos olhavam e o coração entristecido. Um verdadeiro assalto ao sabor do amor”, finalizou a jornalista.
Ao UOL, o casal explicou que não teve dúvida em expor publicamente o ocorrido. 
Estamos em 2017 e não podemos mais continuar sofrendo esse tipo de preconceito, nem ser vítimas da intolerância alheia. Vamos continuar ocupando os espaços sendo quem somos, nos amando e demonstrando afeto. Essa é a nossa maior resistência.”
Elas ainda garantiram que vão continuar usando as ferramentas de comunicação para divulgarem casos como este. 
No intuito de fomentar o combate aos preconceitos, seja a homofobia, o classismo, o etarismo, o machismo ou qualquer outra ignorância. E que isso também sirva para encorajar outras pessoas a fazer denúncia sempre que forem vítimas desses horrores. Não podemos mais sofrer caladas, enquanto houver horror, continuaremos mostrando abertamente e em detalhes o horror que sofremos ao mundo. Laura e eu temos isso, na nossa vida, como função e responsabilidade social.”
O outro lado

Por conta da repercussão do post no Facebook, a padaria se retratou em sua página com a seguinte mensagem:
Queremos nos retratar publicamente com o casal Tatit Brandão e Laura M Baruffaldi. Por elas terem passado pela degradante situação de se sentirem erradas, quando não fizeram nada mais que demonstrar o sentimento que sentem uma pela outra. A culpa não é da funcionária que as abordou. Não é também só de pessoas que se sentiram incomodadas. A culpa é da Delícia de Perdizes.”
Fonte: 24 Brasil, 25/12/2017

 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum