Kátia, a primeira personagem lésbica da coleção Graphic MSP do Maurício de Souza

sexta-feira, 13 de setembro de 2019 0 comentários

Personagem Kátia, a primeira personagem lésbica da coleção Graphic MSP

Pré-lançada em agosto deste ano, a história em quadrinhos “Tina – Respeito” (Editora Panini) foi a 24ª edição da coleção Graphic MSP que teve uma de suas edições (Laços) adaptada para os cinemas como um filme live-action da Turma da Mônica.

Nesta 24ª edição Respeito, Maurício de Souza apresentou Kátia, a primeira personagem lésbica do selo que irá integrar o elenco da nova HQ. Na história, a protagonista é uma jornalista recém-formada que acaba de realizar o sonho de trabalhar em uma redação. No entanto, a jovem, além de enfrentar desafios pessoais, irá lidar com o assédio no ambiente de trabalho.

Fefê Torquato
A autora desta HQ é Fefê Torquato, que, como outros roteiristas e ilustradores do circuito independente nacional antes dela, foi especialmente convidada a recriar mais um dos clássicos personagens de Mauricio Sousa. 

Lembrando que, em outras edições da HQ Tina (número 6), já havia aparecido um personagem gay chamado Caio, que retornou em edições seguintes, bem como personagens cabeleireiros, maquiadores e estilistas que orbitavam o universo da personagem sem ter, porém, suas sexualidades abordadas.

No sábado, dia 14 de setembro, Fefê estará em Curitiba para lançar Tina – Respeito, com tarde de autógrafos e bate-papo com os leitores na Itiban (mais informações sobre o evento você tem aqui)


Com informações de Cultureba, Exitoína e RIC.MAIS, 12/09/2019

Aprovada 1ª cooperativa de crédito para gays e lésbicas nos EUA

quarta-feira, 11 de setembro de 2019 0 comentários

 Superbia Credit Union, instituição financeira, para clientela de gays, lésbicas e outras minorias

Na segunda-feira, o estado de Michigan aprovou a licença para a nova instituição financeira, Superbia Credit Union, pensada para clientela de gays, lésbicas e outras minorias, o que abre caminho para o serviço on-line começar a ser oferecido no início de 2020.

A Superbia Credit Union oferecerá produtos que muitas vezes estão fora do escopo de um banco mais tradicional, disse Myles Meyers, fundador da Superbia Services, com sede em Nova York, que criou a cooperativa de crédito.
Posso entrar em um banco ou cooperativa de crédito e solicitar um empréstimo ou cartão de crédito ou conta poupança e, francamente, não há problema", disse Meyers. "Se eu for para a mesma instituição com meu marido, podemos encontrar respostas distintas e uma recepção diferente. É aí onde tudo começa a mudar para a comunidade."
Agora, grandes segmentos corporativos dos EUA anunciam apoio aos direitos de gays, lésbicas e outras minorias, e centenas de empresas aderiram às leis federais e estaduais para oferecer proteção igualitária à comunidade. A maioria dos americanos afirma apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Mas a legislação ainda protege quem discrimina consumidores homossexuais na maioria dos estados dos EUA, e pesquisas mostram que casais homossexuais enfrentam obstáculos no setor bancário, independentemente da localização. Um casal do mesmo sexo tem menos probabilidade de conseguir a aprovação de um empréstimo, por exemplo. E, quando consegue, paga mais pelo financiamento.

Existe um incentivo financeiro para focar mais diretamente na clientela de gays, lésbicas e outras minorias  ao oferecer serviços bancários. O poder de compra combinado da população adulta de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros dos EUA foi estimado em US$ 987 bilhões em 2017, segundo dados da Witeck Communications.
Com o estatuto em vigor, a Superbia formará um conselho e começará a contratar executivos. Além da cooperativa de crédito, a Superbia Services também planeja oferecer produtos como seguros, assistência médica e gestão do patrimônio personalizados especificamente para clientela de gays, lésbicas e outras minorias, disse Meyers.
Clipping Michigan aprova licença de 1ª cooperativa de crédito gay dos EUA, por Daniela Milanese, via Bloomberg, UOL Economia, 10/09/2019

Quando as lésbicas mudaram o movimento homossexual brasileiro para LGBT

sábado, 7 de setembro de 2019 2 comentários


Há 26 anos, no dia 04 de setembro de 1993, iniciava-se o VII Encontro Brasileiro de Lésbicas e Homossexuais, dando início à alteração, para LG a princípio, do nome dos encontros nacionais e do próprio movimento pelos direitos homossexuais, genericamente chamado até então de Movimento Homossexual Brasileiro (MHB).

Embora, no exterior, já se usasse inclusive a atual sigla  LGBT à época, aqui a simples inserção da palavra lésbica se deu sob forte oposição dos grupos Gay da Bahia (GGB), Triângulo Rosa (RJ) e Dignidade (PR), entre outros (p. 4), que alegavam haver redundância na inserção do vocábulo "lésbica", pois homossexual era comum de dois gêneros, que a palavra lésbica era agressiva, que ia confundir a imprensa, que era divisionista, etc... Foi necessário que a comissão organizadora do encontro, composta, pela primeira vez, também por dois grupos lésbicos, fizesse consulta, com votação, a todas as organizações do país no período, para que o encontro se realizasse já com a inserção do termo polêmico. Com a anuência da maior parte dos grupos e moções de apoio de grupos feministas, de prevenção à AIDS, e até de grupos de gays e lésbicas do exterior, a vitória foi conquistada.

Polêmico também por ter sido realizado num reduto petista, Instituto Cajamar (devido à falta de outras opções no período), o encontro foi um divisor de águas na história do movimento pelos direitos LGBT. Divisor de águas não só por ter inserido a palavra lésbica e a discussão sobre sexismo no movimento (questão nunca bem resolvida até hoje) mas também por ter mudado a estrutura dos encontros, que passaram a ser mais profissionais, e ter dado início ao que viria ser a futura Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis (ABGLT) (p. 25). O Encontro reuniu igualmente militantes do início do movimento, que ficaram ausentes do mesmo por praticamente toda a década de 80 (p. 29), a então secretária-geral da ILGA, Rebeca Sevilla e até o cônsul americano do período (pp. 4, 5 e 6). 

Outro ponto polêmico do evento foi o relativo à inclusão da não discriminação por orientação sexual na revisão constitucional da época. A proposta foi rejeitada pelo encontro por se acreditar que a inclusão não seria tecnicamente viável (pp. 15-16). Em vez dela, propôs-se a criação de uma lei extravagante que tipificasse os crimes cometidos contra a livre orientação sexual nos termos do inciso IV, artigo 3 (embrião da futura lei contra a homofobia). De fato, por ampla maioria de votos (250 contra, 53 a favor e 7 abstenções) foi rejeitada, em 02/02/94, no Congresso Nacional, a proposta revisional que previa a inclusão da expressa proibição de discriminação por orientação sexual na constituição brasileira (p. 15).

Na plenária final do encontro, entre outras deliberações, ficou decidido que os próximos encontros teriam a denominação de Encontros Brasileiros de Gays e Lésbicas. O encontro seguinte, realizado em Curitiba, em 1995, ficou definido como VIII Encontro Brasileiro de Gays e Lésbicas. No decorrer deste, as travestis reivindicaram e tiveram aprovada, sem polêmicas, a inserção do T para os encontros seguintes. Na década de 90, também o portal Mix Brasil ajudou a popularizar o termo lésbica, com a divulgação da expressão GLS, os grupos mistos passaram a se definir como gays e lésbicos e outras organizações especificamente lésbicas surgiram no Brasil.

Abaixo a versão digitalizada do relatório do VII Encontro Brasileiro de Lésbicas e Homossexuais. Também pode ser lido e baixado aqui. Boa leitura!

Míriam Martinho

São Paulo, 07/09/2019


Beijo cortado entre Camila e Valéria em "Órfãos da Terra" irrita fãs da novela

sexta-feira, 6 de setembro de 2019 0 comentários

Tão esperado beijo entre Camila e Valéria não rolou. Retrocesso na Globo?

Má notícia para os fãs do casal Valéria (Bia Arantes) e Camila (Anajú Dorigon). O capítulo de “Órfãos da Terra” desta sexta-feira (06) não vai exibir o tão esperado beijo entre ‘Vamila”, anunciado pela própria emissora.
O momento foi notado primeiramente pelos espectadores que acompanham a novela das seis pela plataforma de streaming da Globo, que sempre libera os capítulos no dia anterior. Entretanto, a emissora confirmou ao UOL que o beijo realmente não entrou para o corte e também não vai ser exibido na TV.
Após a revolta dos fãs, que subiram a hashtag “Vamila sem censura” no Twitter e atribuíram a falta de beijo a homofobia, a Globo também explicou por que decidiu tirar a cena que já havia sido anunciada no resumo do site oficial da novela. “Decisão puramente artística”, justificou ao UOL.
Na sequência em questão, Valéria dá um anel de brilhantes para a namorada e se declara: “Camila Nasser, eu te amo! Quer casar comigo?”. Camila acha que é só uma brincadeira, mas a amada confirma tudo: “Nunca falei tão sério na minha vida. Eu quero me casar com você. Aceita?”. As duas choram e ficam bem pertinho, encostando a testa e o nariz, mas o beijo na boca realmente não acontece. Ao invés disso, elas se olham e dão um beijinho… no rosto. Decepcionante é pouco!
Assista aqui:
O site oficial da trama descrevia a cena exatamente como aconteceu, mas no final mencionava “e é aí que rola o beijo apaixonado”. O texto foi publicado há seis dias, mas quem for procurar agora não vai mais encontrá-lo: ele foi tirado do ar.

A publicação também comprovava que as atrizes gravaram a cena, ao mostrar uma entrevista com elas contando os bastidores. “A gravação foi supertranquila! Eu e a Anajú somos amigas na vida e essa cumplicidade ajuda a fazer qualquer cena que seja. A gente não ficou nervosa”, disse Bia Arantes à Globo.
Nas redes sociais, os fãs do casal, que já viram os spoilers, se revoltaram. “É um desrespeito com telespectador que espera a semana inteira pra ver uma cena de #Vamila em #Órfãosdaterra com beijo pra chegar agora e a Globo cortar a p*rra da cena. Então por que divulgou no site de vocês e fez maior auê pra agora fazer isso”, questionou uma fã.
é um Desrespeito com telespectador que espera semana inteira pra ver uma cena de #vamila em #Órfãosdaterra com beijo pra chegar agora a globo corta a porra da cena, então porque divulgou no site de vocês e vez maior aue pra agora fazer isso.
— Nanda Lewis 🔮 (@nandalewiis_) September 6, 2019
Outro internauta, não concordou com a justificativa da Globo. “Muita mancada cortarem o beijo #Vamila. Não há “decisão puramente artística” que justifique a censura de uma cena gravada”, desabafou. “Só observando o descaso absurdo que a @RedeGlobo está fazendo com #Vamila, com o público e com as atrizes”, endossou outra usuária da rede.
Sobre o capítulo 136 de #ÓrfãosDaTerra desta sexta (6), já disponível no @globoplay: Muita mancada cortarem o beijo #Vamila. Não há "decisão puramente artística" que justifique a censura de uma cena gravada. E, finalmente, estava + que na hora de Dalila ser pega. Demorou demais!
— Robson Gomes (@robinhogomes) September 6, 2019
Só observando o descaso absurdo que a @RedeGlobo está fazendo com #Vamila com o público é com as atrizes #VamilaSemCensura#ÓrfãosDaTerra pic.twitter.com/LiaPllD3r4— Nathy (@Nathy0896) September 6, 2019
O corte ainda contraria o histórico recente da emissora, que exibiu o primeiro beijo gay na faixa das 18h há um ano, em “Orgulho e Paixão”, e, na semana passada, viu seu público comemorar ubeijo “natural” entre dois homens em “Bom Sucesso”.

Clipping “Órfãos da Terra”: Fãs ficam revoltados após Globo cortar beijo entre Camila e Valéria; emissora ‘explica’ decisão", Hugo Gloss, 06/09/2019

Horóscopo de setembro (2019)

quarta-feira, 4 de setembro de 2019 0 comentários

Míriam Julie

Previsão de setembro para todos os signos


ÁRIES
21/03 a 20/04 

Ao longo deste mês você terá uma boa chance de sucesso em diversos setores e, dentro de certos parâmetros, deve tentar obtê-lo. Entretanto, procure não se concentrar apenas no crescimento material. Mesmo que não possua todos os bens materiais que deseja, deveria prestar um pouco mais de atenção em suas necessidades interiores e espirituais. 

Os bens e objetos que adquire, o dinheiro e até o prestígio social são apenas artifícios que lhe dão a sensação de satisfação. Em si, eles não são a própria satisfação. 

São seus problemas íntimos que fazem de sua vida menos do que poderia ser, mesmo que tenha problemas correspondentes no universo material. Você deve procurar as soluções dentro de si mesma, e este mês representa um momento de decisão, quando você deve começar a procurar respostas. 

As amizades ou outros relacionamentos com mulheres serão quase sempre gratificantes ao longo deste período, proporcionando-lhe muitos benefícios. Eles podem manifestar-se sob a forma de uma experiência emocionalmente enriquecedora ou uma oportunidade profissional.

Uma figura feminina pode funcionar como guia em relação a determinados aspectos de sua própria personalidade que você normalmente não vivencia, mas que podem ajudá-la a atingir uma completa compreensão de si mesma. 

TOURO
21/04 a 20/5

Durante este mês, você poderá se deparar com muitos questionamentos sobre o verdadeiro sentido da vida. 

Sua aprendizagem no momento não se limitará a verdades espirituais, já que no geral estará intelectualmente mais curiosa e ávida por aprender. O período é muito bom para uma volta à escola ou para fazer cursos que lhe permitam uma melhor visão das questões que lhe interessam. 

Às vezes marca o início de um relacionamento que poderá trazer-lhe muita felicidade emocional. Pode ser um novo amor, embora isso seja bem mais provável quando houver a coincidência de outro trânsito favorável neste momento. Duradouro ou não, qualquer romance iniciado agora beneficiará muito seu crescimento pessoal

Este período em geral representa um período de otimismo e pensamento positivo. Você sentirá ter atingido um ponto de equilíbrio que lhe permite uma boa visão de sua vida. Por isso, este é um bom momento para reorganizar-se e para traçar planos de longo prazo. 

A vida afetiva passa por um período de renovação, onde você sentirá vontade de rever seu comportamento na forma de se relacionar.

GÊMEOS
21/05 a 20/06

Este é o momento para fazer grandes planos e concretizar diversas ideias que vem alimentando há tempos. Agora será possível torná-las realidade, contanto que evite certas armadilhas. Neste caso, o principal é procurar não pensar grande demais, tentando fazer coisas absurdas ou impraticáveis. 

Se conseguir verificar cada detalhe, como exige a realização de todo negócio bem-sucedido, o momento é excelente para a finalização de todo tipo de transação comercial, mas é muito importante não negligenciar nenhum detalhe que possa afetar o resultado.

Este período permite que se vejam os padrões gerais das coisas e que se façam planos com previdência e sabedoria. Entretanto, se não tomar cuidado, pode acabar se precipitando e dando passos errados. O melhor será trabalhar com outra pessoa que possa checar seus planos e atuação, chamando-lhe a atenção para qualquer coisa que você possa ter passado por cima. 

Talvez o ritmo das coisas se torne bastante acelerado agora, e essa é uma das razões para você planejar tudo com muito cuidado. É possível que se sinta confusa, não porque a situação seja indefinida ou vaga, mas porque a dimensão dos fatos ultrapassa sua capacidade de apreensão. Isso não deverá acontecer se você pensar em tudo com antecedência. 

CÂNCER
21/06 a 22/0

Sob esta influência, a tendência é ir em busca de tudo que materialmente se quer sem pensar muito em quem está no caminho. Não aja com tanta restrição, tanto nas aquisições quanto nos prazeres. Então, à medida em que o período vai terminando, as pessoas sentiram que seus atos não deram em nada e que suas vidas estão tão vazias quanto antes. Na primeira metade deste ciclo, seu crescimento foi material. 

Não seja arrogante nem presuma que está sempre com a razão. Através de contatos significativos com as pessoas, principalmente nos relacionamentos mais íntimos, você poderá descobrir qual o caminho a seguir agora.

Trabalhe ao lado dos outros e pense em termos de crescimento recíproco. Ao tentar atingir metas traçadas a dois e agir como numa verdadeira parceria, ambos se tornarão mais conscientes do que são enquanto indivíduos. Se reconhecer o verdadeiro significado deste trânsito em termos de sua própria vida, este poderá ser um período bastante produtivo e benéfico para seu crescimento, um período que sempre terá sentido e importância para você. 

LEÃO
23/07 a 22/08

Algumas vezes este trânsito surte efeito adverso, levando-a a descobrir que várias relações vêm interferindo em seus grandes objetivos. Nesse caso, acabará pondo fim a esses relacionamentos para recuperar sua liberdade. A questão aqui é o equilíbrio entre os relacionamentos pessoais e seu progresso. 

Talvez deva fazer alguns ajustes ou mesmo mudar seu curso de ação. Será bem melhor fazer isso agora que daqui a vários anos, quando talvez seja tarde demais para livrar-se dos compromissos assumidos. Agora é a hora de mudar. Pode não ser agradável, mas é necessário. 

Provavelmente você agirá com perseverança nos setores em que está satisfeita, dedicando-se a eles ainda mais que em outras épocas. Já nas áreas que lhe são mais opressivas, você viverá tensões e terá o desejo de rebelar-se contra as limitações. 

É difícil dizer se você terá razão em impacientar-se com essas restrições em tantas áreas. Naturalmente, estará certa sempre que quiser aperfeiçoar sua própria vida. Você tem de decidir se corta alguma coisa de uma vez ou se se dedica a ela para que melhore até chegar a um estado aceitável. Ambas as reações têm sua adequação. 

VIRGEM
23/08 a 22/09

O importante a lembrar neste mês é que ele representa essencialmente uma oportunidade. Você não se sentirá guiada por nenhum tipo de energia nem tampouco sentirá resistência se quiser fazer alguma coisa. Embora possa aproveitar maravilhosamente este período, caberá a você a iniciativa para tal. 

Tradicionalmente, este período é considerado um dos mais maravilhosos que pode haver e, de fato, é muito bom. Na pior das hipóteses, você se sentirá bem enquanto ele durar. Estará saudável e muito otimista. Por um instante, as coisas parecerão estar correndo bem e, caso se esforce um pouco, isso acontecerá realmente. Mas se ficar de braços cruzados, a influência benéfica deste trânsito se desvanecerá, deixando pouco em sua esteira. 

Este trânsito indica uma época de equilíbrio em sua vida, quando as exigências do mundo estarão em sintonia com suas necessidades emocionais. As experiências passadas e a maturidade emocional a terão preparado para isso, permitindo-lhe que agora coloque sua sabedoria a serviço de uma vida mais tranquila com a pessoa que estiver em sintonia com sua fase atual.

LIBRA
23/09 a 22/10

Durante este trânsito, será imprescindível manter todos os seus assuntos sob controle. Há uma forte tendência a excessos, que talvez a impeça de levar em frente as coisas em que está envolvida. 

O fato é que ele lhe dará a sensação de que as coisas simplesmente estão além de sua capacidade. Tome especial cuidado com as questões financeiras, pois você provavelmente gastará sem pensar, certa de haver abundância de dinheiro e de todos os recursos de que precisa.

Talvez você tenha vontade de trabalhar com outras pessoas nos projetos em que se envolver agora. A percepção delas a ajudará a transcender suas próprias limitações. 

Este é normalmente um mês bem agradável, indicando harmonia nos relacionamentos e talvez até o surgimento de uma nova relação que virá a ter muita importância em sua vida. Você sentirá muita vontade de amar, sendo capaz de dar seu amor a todos os que a cercam. 

O período reforçará seu gosto pelas coisas belas e suntuosas. Além disso, você provavelmente não estará muito disposta a abrir mão do que deseja. Tenha cuidado para não desperdiçar recursos valiosos nem jogar dinheiro fora. Se for cautelosa, será possível fazer excelentes investimentos neste período, mas apenas se analisar todas as possibilidades com muita calma.

ESCORPIÃO
23/10 a 21/11

É possível que, durante este mês, você tenha menor liberdade de movimentos que de hábito devido à pressão das circunstâncias e à necessidade de finalizar as coisas. Velhas pendências encontrarão solução agora. Talvez o trabalho lhe exija mais esforço que habitualmente, pois seus chefes podem atribuir-lhe mais responsabilidades do que você desejaria. 

Embora não seja exatamente leve e descontraído, o período deve ser bem produtivo. Entretanto, evite iniciar agora projetos totalmente novos, pois dentro de poucos anos talvez chegue à conclusão de que não dispõe dos recursos materiais ou psicológicos para finalizá-los. Termine o que começou e simplifique sua vida. 

Os relacionamentos válidos não sofrerão grandes abalos, mas os que não o forem se romperão completamente agora. Você tentará livrar-se de tudo que não for necessário ou benéfico a seu desenvolvimento nos próximos anos. Os relacionamentos difíceis e complicados serão provavelmente descartados. 

Este período poderá às vezes indicar necessidade de lidar de alguma forma com grandes grupos de pessoas. Seja qual for o caso, você se sairá bem.

SAGITÁRIO
22/11 a 21/12

Este mês traz uma disposição para ampliar a conscientização e a experiência através do contato com as pessoas, aumentando sua magnanimidade no auxílio aos que precisam. Para chegar a isso, você será ajudada pelo fato de que suas relações serão bastante boas neste período, pois as pessoas lhe demonstrarão o que possuem de melhor. 

Tudo isso a tornará mais otimista, levando-a com acerto a crer que haverá interesse em retribuir o que você der aos outros. É possível que este momento marque a chegada de uma pessoa que realmente a ajudará de diversas formas, principalmente ensinando-lhe algo sobre o universo e seu papel dentro dele. Talvez você se torne mais tolerante e aberta a novas ideias ou talvez encontre através deste relacionamento profundas verdades religiosas e espirituais. 

Certamente, agora você estará pronta para uma maior compreensão espiritual do mundo. Será necessário vivenciar algo mais que a banalidade superficial da vida na qual tantos se espelham. Embora esteja inclinada a idealizar o mundo em geral e certas pessoas em particular, no futuro verá que isso não foi uma ilusão, mas um período de verdadeira expansão de seu conhecimento. 

CAPRICÓRNIO
22/11 a 19/01

Este mês lhe trará uma certa inquietude. Seu impulso de liberdade é continuamente cerceado pelas restrições deste período. Você sentirá muita necessidade de romper com essas restrições. 

Talvez mude de emprego ou de residência ou ponha fim aos relacionamentos que parecerem interferir em sua liberdade. Entretanto, essas mudanças normalmente representam apenas reações precipitadas a este período. 

Seria muito melhor que você analisasse calmamente o que está e o que não está funcionando dentro de sua vida para conseguir eliminar conscientemente o que não lhe serve. Procure não agir às cegas, movida apenas pelo sentimento de frustração. A pessoa amada pode mostrar-se mais sensível do que o normal, procure estar atenta às necessidades dela.

Neste momento haverá um equilíbrio entre o velho e o novo dentro de sua vida, entre o conservadorismo e o desejo de experimentar. Você será capaz de viver uma nova experiência, detectar seu potencial e dar-lhe uma forma concreta na sua vida. Você será paciente na sua abordagem da vida, dispondo-se a permitir que tudo tenha uma chance de provar sua validade. 

AQUÁRIO
20/01 a 18/02 

Todo relacionamento deve ser uma expressão sincera daquilo que você é. Porém é muito comum estabelecermos relacionamentos que pouco têm a ver com nosso verdadeiro eu, em geral por medo, necessidade de segurança ou para sanar uma sensação de inadequação. Às vezes os relacionamentos duram mais do que sua própria estrutura lhes permite, e são esses que sofrerão maior abalo ou talvez uma ruptura agora. Eles contrariarão sua busca de vida e auto-expressão. 

A solidão é em geral um problema durante este período, pois sua necessidade de relacionar-se será tão grande quanto a de ser você mesma. Ao invés de funcionar harmoniosamente como deveriam, essas necessidades estarão em conflito. 

O momento trará desafios. Você terá de decidir em que áreas de sua vida deve se concentrar. Construirá uma nova carreira ou continuará investindo na atual? Tentará tornar sua vida pessoal mais satisfatória? Trabalhará ao lado de outras pessoas ou por conta própria? 

PEIXES
19/02 a 20/03 

Este será um mês de considerável tensão e dificuldade nos relacionamentos. É possível que as relações amorosas sofram um esfriamento e até se rompam ao longo deste trânsito. Talvez descubra que um romance não era aquilo que esperava, num rude despertar após agradáveis ilusões. Ou talvez perca subitamente o interesse numa relação que parecia perfeitamente viável até agora. É possível também que seja sua parceira quem tome a iniciativa de deixá-la. 

À parte os relacionamentos, haverá uma impressão de que de algum modo ficou mais difícil relacionar-se com as pessoas. É possível que sinta como se qualquer tipo de relacionamento lhe exigisse em troca sua liberdade e sua individualidade. Todos eles lhe parecerão dar mais trabalho do que valer a pena.



Miriam Julie (Gunadhara Miten)
Terapeuta Credenciada pela Comunna Metamorfose
Whats app: 11 964 05 1934 – e.mail : gunadharametamorfose@gmail.com

Terapeuta Tântrica e Renascedora com Especialização em Disfunções Sexuais. Coordenadora de Núcleo de Desenvolvimento de Massagem Tântrica, Instrutora de Cursos Individuais e em Grupo de Massagem Tântrica, Instrutora de Delerium Privativa para casais (de todas as orientações sexuais).

Terapeuta Holística e Astróloga Humanista há 32 anos, mantém, desde 2004, as previsões astrológicas anuais e mensais, entre outras, do site da Um Outro Olhar. É também Orientadora Sexual, tendo trabalhado como voluntária em Grupos de Ajuda a mulheres que sofreram abuso sexual, utilizando o Método Deva Nishok e a terapia energética, obtendo ótimos resultados.
Utiliza em seus atendimentos as Terapias Tântricas com o objetivo de refinar a sensibilidade, expandir e intensificar a sensação orgástica, gerando maior sustentação da bioenergia do corpo, energização dos chackras e equilíbrio da produção hormonal.

Para consultas online ou pedidos de mapa astral, combinação de mapas, previsões(sinastria), agendamento de terapia tântrica e cursos de massagem, entrar em contato por Whats app: 11 96405 1934; miriam.julie@gmail.com


Vasco da Gama combate preconceito dentro e fora de campo

0 comentários

Em partida contra o Cruzeiro, no Mineirão, em 01/09, Vasco em campo contra a homofobia

O futebol brasileiro viveu uma situação inédita no jogo entre Vasco e São Paulo do dia 25/08, pelo Campeonato Brasileiro: o árbitro Anderson Daronco paralisou o jogo por causa de cantos homofóbicos da torcida vascaína e alertou que não era permitido. Durante a vitória vascaína por 2 a 0, o técnico e os jogadores do clube pediram que a torcida parasse e foram atendidos. Assim, o jogo continuou. A postura do clube foi muito boa também fora de campo. Em nota divulgada no dia 26/08, o clube se colocou contra os cantos e diz que motivação para deixar de cantá-los tem que ser não por receio de uma punição, mas sim por uma questão de cidadania, respeito ao próximo e cumprimento da lei – homofobia, afinal, é crime.

Mais do que isso: a Diretoria Administrativa vascaína pede desculpas, na nota, a todos que corretamente se sentiram ofendidos por este comportamento. Com um histórico de origem popular e de combate ao preconceito, a nota do clube ressalta justamente essa história vascaína para pedir uma mudança de comportamento dos torcedores. 
Preconceito é crime. E se existe um Clube no Brasil historicamente habituado a levantar a voz contra qualquer tipo de discriminação este é o Vasco da Gama, dono da história mais bonita do futebol. Assim foi com a resposta histórica de 1924; assim é com os cantos que o torcedor vascaíno entoa orgulhosamente na arquibancada enaltecendo a luta do Clube a favor de negros e operários”, diz o documento divulgado pelo clube.
As palavras são muito importantes em um processo que vivemos de repensar, civilizatório. O mundo evolui e o racismo que era “cultural” no futebol passou a ser mal visto (embora, infelizmente, ainda presente). Por décadas, foi comum usar xingamentos racistas no estádio, impunemente, de forma jocosa e ofensiva, com a justificativa de ser cultural. Isso mudou.

Como está mudando agora também a questão da homofobia. Ainda é muito comum ver xingamentos desta natureza nos estádios, mas a aceitação não é mais a mesma. E, não por acaso, o Brasil e o mundo mudaram. A Fifa passou a punir seleções cujas torcidas entoem gritos homofóbicos, como o México e o Brasil, que receberam multas. Ainda é pouco, mas foi um início. 

Agora, há o estabelecimento de procedimentos para que os árbitros tomem quando há cantos homofóbicos. Vimos um jogo na França ser paralisado por causa dos cantos homofóbicos, fazendo, enfim, valer algo que a Fifa estabeleceu que é positivo. O STJD já tinha avisado, no dia 19 de junho, que haveria punições por cantos homofóbicos de torcedores, assim como existe a previsão de punição por racismo, já que os dois passaram a serem crimes no Brasil. 

O processo é longo, não é simples, mas é importante que os clubes tenham consciência do seu papel social. A homofobia não pode ser aceitável e é de uma ignorância enorme. Isso não acaba com o futebol, muito pelo contrário: o torna muito melhor. É possível apoiar o time sem precisar discriminar alguém. Discriminar inclusive torcedores que sejam homossexuais, sempre afastados dos estádios por comportamentos ridículos de torcedores em todo o mundo. Passou da hora disso mudar. E o Vasco se colocou desta forma: a favor de mudanças. 

As palavras do clube são animadoras não só pela postura, mas também porque o clube se comprometeu a ser proativo e promover ações educativas neste sentido junto ao seu torcedor. Mais do que isso, chamou o torcedor para ser parte disso, alinhado à história do clube, do que é o Vasco. A nota diz que a Diretoria Administrativa está “certa de que encontrará em cada vascaíno um aliado no combate a qualquer tipo de discriminação. O Vasco é de todos”. 

Esse tipo de atitude é fundamental. Além da postura em uma nota oficial, o que o futebol brasileiro – e a sociedade, como um todo – precisa é ter ações que efetivamente busquem uma conscientização. O futebol é democrático e permite que todo mundo possa não só se divertir jogando, mas também participar torcendo, apoiando e sendo parte de algo maior. Independente de sexo, sexualidade, religião, classe social. O futebol é de todos.

N.E. O time também entrou em campo, na partida do 01/09/, contra o Cruzeiro, no Mineirão, com uma faixa de luta contra a homofobia. Os dizeres da mensagem mostravam a seguinte frase: "Respeito e igualdade são a nossa história".

Confira a íntegra da nota do Vasco:
Em relação ao episódio registrado na partida deste domingo (25/08) contra o São Paulo, o Club de Regatas Vasco da Gama lamenta e repudia qualquer canto ou manifestação de caráter homofóbico por parte de alguns de seus torcedores. Da mesma forma, a Diretoria Administrativa do Clube manifesta seu pedido de desculpas a todos que, corretamente, se sentiram ofendidos por este comportamento.

O combate a este tipo de postura – iniciado ainda em campo, quando o técnico Vanderlei Luxemburgo, os jogadores, parte da torcida e o próprio Vasco da Gama, através do sistema de som do estádio, clamaram para que os gritos cessassem – não deve ser motivado pelo receio de punição desportiva (eventual perda de pontos), mas, sim, por uma questão de cidadania e respeito ao próximo e cumprimento da lei. Preconceito é crime. E se existe um Clube no Brasil historicamente habituado a levantar a voz contra qualquer tipo de discriminação este é o Vasco da Gama, dono da história mais bonita do futebol. Assim foi com a resposta histórica de 1924; assim é com os cantos que o torcedor vascaíno entoa orgulhosamente na arquibancada enaltecendo a luta do Clube a favor de negros e operários.

A plateia de um estádio de futebol e a sociedade de maneira geral passam por um processo de aprendizado e conscientização necessário para que atos de preconceito fiquem no passado – um triste passado, diga-se. A Diretoria Administrativa do Club de Regatas Vasco da Gama compromete-se em promover ações educativas neste sentido junto ao seu torcedor, certa de que encontrará em cada vascaíno um aliado no combate a qualquer tipo de discriminação. O Vasco é a casa de todos.

Diretoria Administrativa
Clipping Vasco dá exemplo em nota sobre cantos homofóbicos, promete combate e ressalta postura histórica do clube, por Felipe Lobo, 26/08/2019

 
Um Outro Olhar © 2019 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum