Pesquisa indica que 67% dos brasileiros acreditam que a homossexualidade deve ser aceita pela sociedade

segunda-feira, 6 de julho de 2020 0 comentários

LGBTQIA Pride
67% dos brasileiros acreditam que a homossexualidade deve ser aceita pela sociedade
Uma pesquisa do Instituto Pew indica que 67% dos brasileiros dizem acreditar que a homossexualidade deveria ser aceita pela sociedade, um aumento de seis pontos percentuais desde a realização da última edição do levantamento, em 2013.

Entre os 34 países analisados, o Brasil aparece no 16º lugar, atrás dos outros dois Estados latino-americanos incluídos: México (14º) e Argentina (10º). Ambos já apareciam à frente do Brasil no levantamento anterior e tiveram altas mais expressivas: 15 pontos percentuais entre os mexicanos e 10 entre os argentinos.

O país vizinho foi o primeiro entre os três a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, em 2010, durante o governo de Cristina Kirchner. No México, esse direito varia de uma região a outra. Na Cidade do México, o casamento gay foi legalizado em 2009, mas só passou a ter validade em todos os territórios após uma decisão da Suprema Corte, em 2010.

Desde 2011, os estados de Coahuila e Chihuahua, ao norte, e Quintana Roo, ao sul, também legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo gênero. Nos pólos extremos do ranking estão a Suécia, onde 94% se disseram a favor da aceitação da homossexualidade, e a Nigéria, na qual apenas 7% dos entrevistados responderam o mesmo.

A pesquisa, realizada em 2019 e divulgada nesta quinta-feira (25), mostra que, embora mais da metade dos entrevistados em 16 dos 34 países pesquisados diga que a homossexualidade deve ser aceita pela sociedade, discrepâncias expressivas entre os índices nacionais persistem.

Segundo o instituto, um dos fatores que influenciou as respostas é o alinhamento político dos entrevistados: pessoas mais à direita apoiam menos o tema do que quem está à esquerda no espectro político. Nos Estados Unidos, 53% dos direitistas responderam a favor da aceitação –33 pontos percentuais atrás dos esquerdistas, que registraram 86%.

No país, pautas progressistas como a legalização do aborto e do casamento gay, e a proibição de discriminação de pessoas transexuais no ambiente de trabalho ganharam terreno graças a decisões da Suprema Corte. Os legisladores federais não conseguiram formar maioria para adotar leis sobre esses temas -nem a favor, nem contra.

Essas demandas seguem sendo altamente sensíveis entre o eleitorado americano –a proibição do aborto, por exemplo, é uma das principais plataformas do Partido Republicano. A preferência política também é acentuada nos países europeus com governos populistas de direita ou nos quais há participação expressiva de partidos com esse perfil na política nacional.

Na Hungria de Viktor Orbán, por exemplo, 40% daqueles que se identificam com a direita responderam a favor, contra 61% daqueles que se alinham à esquerda. Outro fator determinante para a percepção da homossexualidade, segundo o Instituto Pew, é a idade. Em 2 de cada 3 países analisados, os jovens se mostraram significativamente mais propensos a serem favoráveis na questão.

A diferença entre as respostas do grupo de 18 a 29 anos daquelas dos entrevistados de mais de 50 chegou a 56 pontos percentuais na Coreia do Sul, o país que mostrou a maior diferença generacional. O Japão fica em segundo lugar desse índice: a proporção de jovens favoráveis à aceitação é 36 pontos percentuais mais alta. Seul também teve a maior diferença no recorte de gênero: 51% das mulheres se dizem a favor, enquanto apenas 37% dos homens concorda com esse posicionamento.

Clipping Aceitação da homossexualidade no Brasil cresceu de 61% em 2013 para 67% em 2019, Diário de Pernambuco (via FolhaPress), por Diana Lott, 5/06/2020

Horóscopo de julho (2020)

quinta-feira, 2 de julho de 2020 0 comentários

Míriam Julie

Áries
(21 de março a 19 de abril)

Você tenderá a se sentir muito otimista e positiva neste mês. Seu trabalho duro será definitivamente recompensado. Continue trabalhando ainda mais diligentemente para alcançar seus objetivos de carreira. A energia do universo a recompensará em julho.

Exercitar e movimentar o corpo lhe fará se sentir mais energizada. É um ótimo momento para começar a praticar ioga ou outra atividade esportiva que faça seu sangue bombar.

Na área amorosa, você sentirá mais sensível do que o normal. Pode ser benéfico mostrar seu lado mais vulnerável para a sua parceira, o que pode ajudar a aumentar a conexão entre vocês.

Touro
(20 de abril a 20 de maio)

Você perceberá que estará mais concentrada e seus pensamentos mais claros.  Será capaz de alcançar seus objetivos em sua carreira e em seus relacionamentos.

Você também poderá estar mais curiosa e querer aprender coisas novas durante este mês. Então siga suas paixões e o que mais lhe interessa. Este é um ótimo mês para começar um novo hobby ou até fazer uma aula online sobre um assunto que lhe agrada.

Na área amorosa, se você e sua parceira chegarem a um desacordo, poderão superá-lo vendo as coisas do ponto de vista da outra. Mostre ao seu parceiro seu lado mais gentil e vulnerável, espalhe amor e permita que seu relacionamento se torne mais forte.

Gêmeos
(21 de maio a 20 de junho)

Você poderá soltar suas emoções e sentimentos este mês. Se você os suprimiu ou evitou antes, eles aparecerão agora, e  não poderá mais escondê-los. Mas será melhor assim, pois será capaz de aliviar qualquer tensão ou sentimento negativo que tenha mantido abafado. No seu relacionamento amoroso, será importante que diga a sua parceira o que está sentindo para relaxar as tensões existentes.

Permitir que seus sentimentos se manifestem poderá ajudá-la a meditar, a fazer um diário ou simplesmente refletir sobre sua vida. Quando conseguir expressar seus sentimentos, sentirá que um peso está sendo tirado de seus ombros.

No entanto, a princípio, você deve tentar realizar mais atividades que lhe permitam ficar sozinha, porque estar com um grupo poderá ser difícil para você. Depois, sentirá mais facilidade para se comunicar de maneira aberta e honesta com as pessoas em geral.

Câncer
(21 de junho a 22 de julho)

 Às vezes é difícil para você assumir a liderança e influenciar os outros. No entanto, neste mês, terá mais facilidade para assumir funções de liderança e poderá gerenciar outras pessoas com mais eficiência.

Use esse bom momento trabalhando em equipe para atingir seus objetivos. Se tem algum trabalho extra a fazer, pode também pedir aos seus entes queridos que se envolvam nele e a ajudem. De qualquer maneira, na área do trabalho, conseguirá bom retorno porque seus pensamentos e habilidades de comunicação estarão muito afiadas.

Com tanta energia gasta no trabalho, certifique-se de cuidar bem de seu corpo, de descansar bastante, manter-se hidratada e fazer pausas de tempos em tempos quando necessário.

Na área amorosa, mantenha-se atenta a sua parceira para poder ver as emoções e pensamentos dela com mais clareza. Mostre que você estará sempre por perto para lhe dar amor e apoio.

Leão
(23 de julho a 22 de agosto)

Tenha cuidado com seus hábitos de consumo neste mês, pois terá dificuldades em controlar as finanças. Crie um orçamento, preste atenção aos seus gastos e  não deixe as coisas saírem fora de controle.

Na área amorosa, estará muito energética e animada. Seu relacionamento florescerá e prosperará este mês se passar um tempo extra com ela e incluir novidades no cotidiano de vocês. A fim de apimentar a relação diversifique suas práticas eróticas em termos de tempo e espaço.

No trabalho, redobre os esforços para garantir seu emprego e seus objetivos de carreira. No mais,  procure se divertir e siga o fluxo dos acontecimentos.

Virgem
(23 de agosto a 22 de setembro)

Você estará calma e em paz este mês, além de bem razoável, como de costume. Portanto, se surgirem obstáculos, terá mais facilidade de superá-los com uma atitude realista.

Fique alerta para a possível entrada de alguém em sua vida que não lhe fará bem. Essa pessoa pode querer derrubá-la por inveja, por projetar em você suas próprias inseguranças. Se puder, tente mantê-la à distância. Se não, apenas a ignore e a deixe passar como as nuvens do céu passam em seu eterno desfile de formas.

Na área amorosa, encontre um tempo para escapar com a namorada da rotina. Faça uma viagem para o campo ou longas caminhadas ao ar livre. Estar junto à natureza, em locais pouco povoados, além de ser mais seguro, em tempos de pandemia, poderá ampliar as conexões entre vocês.

No final do mês, surgirão novas oportunidades de trabalho. Dê boas vindas a elas, pois  poderão aproximar você de seus objetivos de médio e longo prazo.

Libra
(23 de setembro a 22 de outubro)

Você poderá se sentir deprimida em alguns dias deste mês. Pode nem ser algo específico que desencadeie seu mau humor, mas você não deve se deixar levar por ele. Tente buscar uma luz no fim do túnel fazendo coisas que lhe tragam alegria e felicidade. Se não der conta sozinha dos problemas, entre em contato com uma amiga ou ente querido para apoiá-la.

De qualquer forma, saiba que às vezes todos precisam passar por um período difícil para crescer e se curar. Portanto, reconheça seus sentimentos e trabalhe com eles da melhor maneira possível. E lembre que tudo isso passará - como tudo passa - e sairá dessa muito mais forte.

Na área profissional, durante este mês, apesar dos dias difíceis, você poderá se sentir mais inclinado a ocupar o centro do palco quando se trata de sua carreira. Alcançará muitos de seus objetivos e será reconhecida por isso. Poderá até receber um aumento ou promoção desde que mostre seus talentos a mais pessoas.

Quantos aos relacionamentos pessoais, poderá perceber que estará mais fácil expressar seus pensamentos e sentimentos este mês. Conversas abertas e sinceras com sua parceira a farão se aproximar mais de você, segura de que também poderá falar a partir do coração.

Escorpião
(23 de outubro a 21 de novembro)

Você tem trabalhado muito duro recentemente e poderá se se sentir cansada e mesmo esgotada. É caso então de dar uma boa pausa, colocando suas responsabilidades em segundo plano. Descanse um pouco e faça coisas que a ajudem a se sentir calma e feliz. Enquanto relaxa, poderá inclusive ter mais idéias e inspiração para quando voltar ao trabalho. Suas tarefas ainda estarão esperando por você quando você voltar, mas poderá vê-las com um novo olhar.

Na área afetiva,  poderá se sentir um pouco distante de sua parceira. Talvez tenha se concentrado demais em suas próprias coisas e relegado sua parceira a segundo plano. Talvez tenham tido um momento difícil que ficou mal resolvido.

A solução é dizer que, seja qual tenha sido seu erro, não foi intencional, que nem percebeu que o estava cometendo. A partir daí, é bem provável que se abra um canal de comunicação entre vocês, e sua parceira também se esforce para aumentar a qualidade do tempo que passam juntas.

Sagitário
(22 de novembro a 21 de dezembro)

Se você estiver pensando em seguir um caminho diferente, quando se trata de sua carreira, neste mês poderá ter a oportunidade de seguir uma nova direção. Portanto, esteja aberta a novas oportunidades e siga a direção que lhe parecer melhor. O universo a levará ao caminho certo, então confie no processo. 

Na sua vida amorosa, o amor poderá estar no ar para você em julho deste ano. Se estiver num relacionamento estável, sua parceira vai querer mostrar como lhe ama, investindo ainda mais em vocês duas.

Se você estiver procurando amor, uma pessoa especial pode entrar em sua vida e querer levá-la para uma aventura. Essa pessoa poderá ter um grande impacto sobre você, então prepare-se. Coloque-se aberta ao amor, mas mantenha uma carta na manga para qualquer eventualidade.

Capricórnio
(22 de dezembro a 19 de janeiro) 

Você pode estar trabalhando incrivelmente, mas negligenciando seus relacionamentos pessoais. Melhorar procurar seus amigos ou entes queridos com quem não conversa há um tempo. Algum deles poder estar passando por um momento difícil e precisa de seu amor e apoio. E, mesmo que todos estejam bem, você se sentirá muito melhor se arranjar tempo para se socializar.

Na área amorosa, poderá ter alguém do passado voltando à sua vida. Esteja aberta ao que ela tem a dizer. É provável que você e essa pessoa tenham mudado e crescido muito desde a última vez que se viram. Então, dê uma chance para conhecê-la como é agora. Ela poderá ser uma grata surpresa para você.

Aquário
(20 de janeiro a 18 de fevereiro) 

Suas emoções podem ficar intensificadas este mês, causando confusões em seu julgamento de pessoas e situações. Procure se conectar com seus sentimentos, mas sem deixar que eles a controlem.

Tente o seu melhor para ver as coisas como elas são e não como você deseja que sejam. A verdade pode lhe parecer fugidia este mês, mas ouça sua intuição e deixe que seu instinto a leve na direção certa.

Na área amorosa, talvez esteja também olhando para sua parceira através de óculos cor de rosa. Talvez você a esteja colocando em um pedestal, em vez de vê-la como realmente é. Tente apreciá-la realmente em vez de ter uma ideia dela. Poderá descobrir que o real dela é ainda melhor do que o que você imaginava, embora não idealizado.

Peixes
(19 de fevereiro a 20 de março)

Sua criatividade estará fluindo este mês. Vale a pena tentar colaborar com amigos que também estejam trabalhando em projetos criativos. Trabalhe com um projeto no qual realmente acredite e com o qual possa fazer a diferença. Busque seus sonhos e faça movimentos ousados. Você se sentirá muito inspirada e entusiasmada, então use esses sentimentos como uma alavanca para concretizar o que almeja.

Na vida amorosa, pode se sentir particularmente apaixonada, então, planeje alguns encontros românticos com a sua cara metade e não tenha medo de mostrar seu lado mais vulnerável e sensível. Há boas chances de ter reciprocidade e viver grandes momentos de amor.


Gunadhara Miten (Miriam Zen)

Terapeuta Holística e Astróloga Humanista há 33 anos, trabalhou como voluntária por vários anos em Grupos de Ajuda a mulheres que sofreram abuso. Trabalhou também como voluntária no CVV ( Centro de Valorização da Vida )

Trabalhando atualmente com massagens terapêuticas, via Método Deva Nishok, utiliza em seus atendimentos terapia tântrica, cura Reconectiva, Reiki, pontos marma, meditação vibracional biodinâmica, Renascimento, terapia taoísta, terapia de cura hawaiana, Barra de Access, MTVSS com o objetivo de refinar a sensibilidade corporal, gerando maior sustentação da bioenergia do corpo, energização dos chackras e equilíbrio da produção hormonal, proporcionando também expansão da consciência, equilíbrio emocional e bem-estar.

Consultora da Rede de Informação UOO ( Um Outro Olhar ).

Para agendar sua sessão de mapa, tarot, de massagem terapêutica, entre em contato no whats app: 11 96405 1934  Email: miriam.julie@gmail.com

O resgate do termo "sapatão" pelas lésbicas

quarta-feira, 24 de junho de 2020 0 comentários

Luciene Santos, a Sapavegana fala sobre termo sapatão - Divulgação
Luciene Santos, a Sapavegana fala sobre termo sapatão Imagem: Divulgação


"Sapatão, periférica, afrovegana". O perfil no Instagram da criadora de conteúdo Luciene Santos, a @sapavegana, já dá pista do quanto usar o termo sapatão para falar sobre a própria orientação sexual é ferramenta de autoestima, autoafirmação e resistência nas redes sociais.

A palavra que durante muito tempo foi usada como forma de xingamento por quem não respeita o jeito de viver de mulheres que se relacionam com outras mulheres vem, aos poucos, ganhando significado positivo. Mas a reviravolta veio justamente pelas atitudes de quem já sofreu preconceito. Como diz a letra daquela antiga marchinha de Carnaval, que transita entre o estereótipo e essas frases mais atuais: "O sapatão está na moda. O mundo aplaudiu. É um barato, é um sucesso dentro e fora do Brasil". Agora, elas se apropriam disso.

Só as sapatonas on-line: na internet, elas se apropriam do termo

É o caso de Luciene, que criou sua conta no Instagram em 2018 para falar sobre veganismo a partir de sua experiência de vida. Ela havia revelado que é lésbica para o mundo dois anos antes. Ouviu comentários negativos sobre ser "sapatona". "Eu cresci ouvindo 'sapatão' como ofensa de pessoas próximas. Como se fosse algo ruim". 

Quando decidiu falar na internet sobre veganismo, queria aliar outras identidades à bandeira do fim da crueldade animal. "O perfil na rede social me ajuda a me posicionar enquanto lésbica, preta, pobre. Aliás, me ensina o quanto é importante se posicionar", diz. 

Para ela, ser a @sapavegana nas redes resulta na identificação de outros públicos com suas vivências e é uma ponte entre as opressões sociais que quer combater com seu trabalho. 
O termo afasta algumas pessoas, mas também atrai: tenho seguidores que são LGBTs que me seguem mesmo não sendo veganos, e vice-versa. Isso é bom, porque eu consigo unir as pautas. Além disso, as opressões que mantêm a figura do homem branco cisgênero, heterossexual e branco no poder prejudicam as pessoas pretas, os pobres, os indígenas, os animais. Então, para mim, são essas causas que precisam ser defendidas." 
Ana Claudino Sapatão amiga - Divulgação - Divulgação
Ana Claudino, a "Sapatão Amiga", produz conteúdo no Youtube sobre sua vivência Imagem: Divulgação

Uma "sapatão amiga" no Youtube 

No Youtube, digitar "Sapatão amiga" no campo de pesquisa leva ao canal de Ana Claudino. Criadora de conteúdo na internet desde 2017, Ana também precisou dar novo sentido à palavra sapatão para que se tornasse motivo de orgulho.

"Quando eu era criança, e nem sabia que era lésbica, já me chamavam de sapatão. E eu achava que era sobre quem usava sapato grande. Aos 20 anos, passei a usá-la como uma palavra política", analisa. "Lésbica é um termo muito limpo".

Não à toa, a experiência na infância de ser xingada por sua orientação sexual influenciou também a escolha do nome do canal. "Fui uma criança no final dos anos 90, em que não tinha internet, produção de conteúdo LGBT como temos hoje. Queria que o 'Sapatão Amiga' fosse um porto seguro para as meninas que não têm, justamente, uma amiga sapatão para conversar e dizer que está tudo bem."

Sapatour fala de sapatão - Divulgação - Divulgação
Parte do grupo Sapatour, composto pelas produtoras de conteúdo: Yasmin Akutsu, Luana Aguiar, Taynara Aquino, Fernanda Xavier, Jeniffer Pereira, Thais Goto, Caroline Souza, Marina Sampaio e Patrícia Ribeiro Sanyana Amara.

E vamos de "Sapatour"

O orgulho de ser sapatão também é mote do conteúdo produzido nas redes sociais pelo "Sapatour", um grupo de pelo menos dez amigas lésbicas que migrou da vida real para a internet com entretenimento e informação LGBTs. "Sempre destacando o L, que é nossa vivência", explica a idealizadora do grupo, Yasmin Akutsu. 

Além dos vídeos da trupe, o Sapatour promove a hashtag #SomosTodosSapatour, em que seguidoras publicam fotos e vídeos de si mesmas. Para Yasmin, é um jeito de mostrar que lésbicas não estão sozinhas e aumentar a autoestima de cada uma. 
O Sapatour e a hashtag são formas de fazer com que se sintam abraçadas, seguras e unidas mesmo que de longe. Assim, elas podem ter força e coragem para mostrar à sociedade quem são e para enfrentar todo o preconceito que infelizmente existe. Isso gera uma identificação que as motiva a fazer o que realmente gostam, sem se preocupar com julgamentos", detalha. "O movimento espalha esse empoderamento". 
O nome, explica a fundadora, veio do perfil festeiro do grupo.
Quando nos conhecemos éramos todas solteiras, saíamos de segunda a segunda e nunca nos desgrudávamos. Na época a gente tinha mania de chamar todo lugar que a gente ia ou tudo que a gente fazia de 'tour'. Eu sempre gostei de compartilhar tudo nas redes e achei que seria melhor termos um nome de verdade para o grupo", explica. "Estamos sempre tentando unir diversão, informação e representatividade".
A palavra "sapatão" vem de onde? 

Usar o termo sapatão para lésbicas, segundo especialistas, pode ter sido popularizado em dois contextos históricos: "[O primeiro] remete aos poemas sobre amores lésbicos do poeta Gregório de Matos (1636 - 1696), em que aparece a figura de uma mulher chamada Luiza Sapata", analisou a doutoranda em linguística pela USP e pesquisadora do Centro de Documentação em Historiografia Linguística (CEDOCH-DL/USP) Stela Danna, em entrevista para Universa de outubro do ano passado. 

A segunda tem a ver com o uso de "sapatos masculinos" por feministas, na década de 1970, em vez dos modelos femininos. Essas mulheres, então, passaram a ser chamadas de 'sapatão'. A música citada no início da matéria, "Maria Sapatão", nos anos 80, também popularizou o termo no Brasil.

Ver também Origens do termo sapatão | Um Outro Olhar

Clipping "Sapatão, sim": por que influencers estão resgatando termo antes rejeitado, por Nathália Geraldo, Universa, 22/06/22020

Day Limns: de quase pastora a cantora abertamente lésbica

segunda-feira, 22 de junho de 2020 0 comentários

Day (Foto: Bruno Trindade Ruiz/Reprodução/Instagram)
Day Limns

Quando foi vista pela primeira vez no "The Voice Brasil 2017", do qual foi uma das finalistas, Day Lima já chamou a atenção por conta de seus dons musicais e também por conta de sua personalidade aberta. Na época, ela já aparecia com sua namorada e falava com orgulho de sua orientação sexual. Mas o caminho nem sempre foi fácil.

Igreja, conservadorismo e repressão
As pessoas falavam muito que Deus não gostava de sentimento de culpa. Eu via que as pessoas não agiam dessa forma: tudo que elas falavam era para me fazer sentir culpada. Quando comecei a ficar incomodada com a culpa que estava sentindo, falei: isso não é de Deus. Se o Deus que amo tanto e que falam que me ama deixar de me amar por ser quem eu sou, deixa de ser Deus.
A cantora não categoriza o que passou dentro da religião como uma lavagem cerebral. "Parece, mas não é", enfatiza ela, dizendo que tem mais a ver com a experiência individual de cada um e que há quem seja muito feliz na igreja. Mas, não foi seu caso: ela quase foi pastora e só não foi para um seminário nos Estados Unidos por ter seu visto negado.
Teve um momento da minha adolescência que eu estava liderando jovens e falando que tinha vencido minhas tentações homossexuais. Eu estava mentindo para essas pessoas, sabia que o buraco era muito mais embaixo, não tinha vencido nada.
O INTERCÂMBIO - DAYROL (PARADA) - ERROS E.....ACERTOS??? - Wattpad
Day e a namorada Carol Biazin

Dedicada à música

Hoje, Day está dedicada mesmo à sua música. Ela conta hoje com mais de 80 milhões de acessos em seus vídeos no YouTube, além de mais de 25 milhões de visualizações em streaming de músicas, tendo ajuda a escrever hits como "Complicado", de Vitão e Anitta. Nesta sexta-feira, ela lançou o "A Culpa é do Meu Signo". Ela conta que fala de sua sexualidade com naturalidade em sua obra, como em seu primeiro single, "Tanto Faz', cuja primeira palavra é "Mina".
Gosto de tratar tudo com naturalidade, porque realmente sou isso, não é um personagem. Eu acho que a bandeira eu levante independente de ser artista ou não, acho que se tivesse qualquer outra profissão ia levantar a bandeira, é meu dever como cidadã lésbica.
Entendo a responsabilidade que tenho por ter pessoas que me seguem, o quanto minha história inspira outras pessoas e o quanto é um privilégio inspirar outras pessoas a se aceitarem e se amarem como são.
Day também procura inspirar que outros jovens se aceitem como são, citando sua própria experiência.
Meu pai ficou de boas, minha mãe não ficou de boas de jeito nenhum. Foi um período muito doloroso da minha vida, tive que ouvir coisas da minha mãe das quais ela mesma se arrepende hoje. Ela chegou a dizer que hoje entende mais do amor de Deus do que os anos inteiros vivendo na igreja. 
A gente luta contra a homofobia desde que se entende por gente. Até mudei meu lema: os homofóbicos que lutem. Não vou deixar de ser quem sou, eu vou resistir para sempre, acho que esse mês é uma lembrança disso. Viocê precisa ter orgulho de ser quem você é, não está errado ser quem é.



Clipping Cantora que quase foi pastora e se assumiu lésbica diz que pregava mentiras, por Guilherme Machado, 21/06/2020

Personagens lésbicas cada vez mais protagonizam séries de sucesso

segunda-feira, 8 de junho de 2020 0 comentários

Cena do filme 'Você Nem Imagina', novo romance teen da Netflix com protagonismo de
personagens lésbicas Netflix/Reprodução

Ellie Chu (Leah Lewis) é uma jovem imigrante chinesa na ficcional e remota cidade Squahamish, em Washington. Sem amigos e precisando de dinheiro para pagar as contas de casa, a tímida protagonista relutantemente concorda em vender sua aptidão para escrita ao pouco inteligente Paul Munsky (Daniel Diemer) e passa a escrever cartas de amor para a menina bonita do colégio, Aster Flores (Alexxis Lemire). Os sentimentos de Ellie rapidamente se somam à trama, e o que começou como um mero ganha-pão se torna a sacada de Você Nem Imagina, recente aposta do catálogo da Netflix. Mesmo com toda a roupagem clássica de um filme teen, ele conta com um diferencial vergonhosamente atrasado: um romance entre duas garotas.

A produção atesta: a forma como personagens lésbicas são retratadas na ficção passa por mudanças notáveis. Muito aquém do legado deixado por Azul É a Cor Mais Quente (2013), o que se vê é que essas personagens invadiram o mamão com açúcar batido de comédias românticas, agora protagonizadas por duas meninas (e um rapaz sobrando). Pode parecer uma aposta boba, mas não é. Você Nem Imagina surfa em uma onda recente, em que personagens do espectro LGB driblam estereótipos e saltam do lugar de coadjuvantes para o de protagonistas, com tramas simples e comuns ao cinema e à TV, mas dominadas por héteros. Caso até dos populares super-heróis, que ganharam a companhia da estrela de Batwoman, exibida no Brasil pela HBO, a primeira super-heroína lésbica da TV, interpretada pela atriz (que também é gay) Ruby Rose.

Ruby Rose em ‘Batwoman’, nova série da HBO com super-heroína lésbica The CW/Reprodução

Dono de uma Palma de Ouro, estatueta máxima do Festival de Cannes, Azul É A Cor Mais Quente é um bom exemplo de como relacionamentos lésbicos eram retratados até pouco tempo atrás na ficção. Embora tenha sido um dos pioneiros a dar visibilidade ao “L” de LGBT, lado a lado com a série americana Orange is the New Black, o aclamado filme francês e sua famosa cena de sexo de 7 minutos (que demorou dez horas para ser gravada, provocando mais tarde reclamação das atrizes) serviam a um tipo de fetiche masculino muito mais que a uma representação romântica do público-alvo oficial. Daí a – boa – surpresa da chegada de Ellie Chu, que, além de ir na contramão dessa fetichização, nada mais é que uma garota normal, apaixonada em segredo por outra, em uma pequena cidade conservadora: cenário bem mais fértil para provocar identificação. Ellie também não é essencialmente feminina ao ostentar um perene rabo de cavalo baixo e roupas largas. E faz isso sem cair em outro estereótipo batido: o da lésbica “caminhoneira”. São essas as de cabelo curto e estilizado, porte físico forte e trejeitos masculinizados. Até então, o cinema e a TV se amparavam nesta espécie de balança, um “8 ou 80”: a lésbica da ficção ou era atraente ou o completo oposto.

Com a nova tendência, essas mulheres são retratadas num meio termo entre os dois números da escala. Sem cenas acaloradas, mas contemplando a sensualidade feminina, – dessa vez inata da personagem, não da orientação sexual –, a prima de Bruce Wayne, em Batwoman, é “sexy sem ser vulgar” e concilia a fachada de durona com uma vulnerabilidade até exigida quando se trata de heróis e heroínas dos universos da DC e da Marvel. O encaixe entre personagem e atriz foi tanto que, quando Ruby Rose anunciou sua saída da série para a já confirmada segunda temporada, na última terça-feira, 19, seu nome subiu rapidamente para os trending topics do Twitter. A colega de profissão Stephanie Beatriz, conhecida por interpretar Rosa Diaz no sitcom Brooklyn 99, despontou como um dos nomes interessados para substituir a australiana – e, assim como ela, é LGBT.

Foto do casal Pat e Terry exibida pelo documentário ‘Secreto e Proibido’, novo no catálogo da Netflix

A abertura que permitiu a chegada destas personagens, também abriu espaço para o documentário Secreto e Proibido. Recém-lançado pela Netflix, o longa conta a história de Pat Henschel e a jogadora profissional de beisebol Terry Donahue, juntas desde 1947. Por anos, o casal teve de omitir o status do relacionamento para a família e conhecidos, alternando entre desculpas para não torcer narizes em uma época em que batidas policiais em clubes e bares gays não estavam tão esquecidas da memória. Com sensibilidade e doçura, os diretores Jason Blum (de Corra!) e Ryan Murphy (de American Horror Story e Pose) deram uma guinada para longe do horror e apresentaram a trajetória das duas mulheres, permeada por cartas, fotografias e relatos antigos, sem cair nos velhos estereótipos já citados.

Demorou, mas os produtores de TV e cinema se adaptaram aos novos tempos e estão aprendendo como é tratar com respeito personagens LGB. Que essa mesma tendência siga para a vida fora das telas – tarefa um pouco mais difícil, mas não impossível.

Clipping De filme teen a Batwoman, mulheres lésbicas conquistam respeito na ficção, Veja, 25/05/2020

Nota da Editora: Killing Eve - 3 temporadas (Globoplay e em sites não oficiais como "seuseriado") é um hit internacional de humor negro que conta a história da obsessão que uma agente do serviço secreto britânico, Eve (Sandra Oh), desenvolve por uma assassina de aluguel, Villanelle (Jodie Comer), a serviço de uma organização misteriosa. Ganhadoras respectivamente  do Globo de Ouro, Bafta e Emmy, as duas atrizes que protagonizam a série têm muita química entre si, e suas personagens vivem uma relação de tensa eroticidade que, nesta última temporada, parece ter começado a virar amor. Embora esta terceira temporada da série tenha sido a mais fraquinha de todas, foi a que mais desenvolveu a proximidade entre este casal de mulheres fortes e diferentes da maioria.  Abaixo 3 cenas em que Eve e Villanelle se aproximam sem tiros e facadas, embora com algumas porradas ainda. Vale a audiência.

Horóscopo de junho (2020)

terça-feira, 2 de junho de 2020 0 comentários

Míriam Julie


ÁRIES 
21/03 a 20/04 

Durante este mês você vai enxergar a vida de uma forma mais organizada e ponderada. As pessoas com quem convive vão achá-la mais madura. Seu humor estará mais equilibrado, e você se sentirá mais calma. 

Bom aspecto para consolidar seu relacionamento com mulheres, em nível familiar, afetivo ou social. 

A saúde estará melhor. Poderá conseguir se curar de algo que a incomodava. De qualquer forma, estará com o organismo muito equilibrado. É um período de boa saúde e bom para tratamentos ginecológicos. 

Poderá durante esse período sentir vontade de iniciar novos cursos online que não tenham a ver com sua atividade atual. 

TOURO
21/04 a 20/5 

Você estará mais estável e segura de si mesma. A autoconfiança vai fazê-la se empenhar muito no trabalho, o que trará solidez à sua carreira, com maior ascensão social e profissional. 

No lado social, contatos online com pessoas idosas vão lhe trazer a consideração devida.

Sua saúde estará boa e sua resistência física, aumentada. Se tiver tratamentos dentários, ósseos ou de pele e cabelos, possíveis de realização durante a quarentena, não deixe de fazê-los. Da mesma forma, aproveite o tempo em casa, para estudos e pesquisas via Internet. 

No setor amoroso, ter aquela conversa com a parceira pode resolver o que as está incomodando, com tendência ao entendimento. 

GÊMEOS
21/05 a 20/06 

Você estará de muito bom humor, com pensamentos otimistas e bastante autoconfiança. Mesmo tendo problemas, enxergará tudo de forma mais amena e pelo lado mais positivo. Boa época para firmar relacionamentos ou planejar casamentos. 

Poderá ganhar mais dinheiro pelo próprio trabalho ou por sorte em jogos. Ótimo período para fechar bons negócios e para a situação profissional em geral. 

Boa fase para quem trabalha com Educação, Direito ou Línguas através de cursos que podem ser administrados por videoaulas. 

Estará bem de saúde e com boa vitalidade física, fundamentais para enfrentar a pandemia de coronavírus. A circulação sanguínea estará muito ativada, assim como o fígado e a digestão. Este período é muito difícil, mas mesmo que as coisas não pareçam muitas coisas boas, manterá uma sensação de bem-estar e alegria. 

CÂNCER
21/06 a 22/07 

Aproveite este período, pois você terá mil oportunidades! 

Será um período agitado e cheio de mudanças repentinas em casa ou no trabalho. Bom período para quem trabalha em órgãos públicos ou com administração. Seu raciocínio estará ágil, e você resolverá problemas com bastante rapidez. Também saberá organizar tudo que faz com perfeição. 

O tempo passará com extrema rapidez, mas será um período produtivo e de muita modernização em sua vida. Você estará otimista e ansiosa por maior liberdade e independência em sua vida. Mas não tome atitudes precipitadas por causa disso. 

Neste período, você estará particularmente intuitiva. Então aproveite e dê crédito às suas intuições nas áreas pessoal e profissional. 

LEÃO
23/07 a 22/08 

Este período vai lhe parecer uma grande provação, pela necessidade do isolamento social e pelo trabalho em casa. Cuidado para não acabar tendo uma crise de ansiedade. Poderá enfrentar problemas com pessoas idosas de sua família e ter muitas preocupações com elas. Não se deixe levar pelo pessimismo e não passe a enxergar tudo cinzento. 

Procure também cultivar a ponderação e a paciência que lhe serão muito úteis. Quanto à saúde, cuide-se muito, pois estará sem vitalidade e deprimida, o que pode comprometer seu sistema imunológico. 

Pode ter problemas ósseos, principalmente na coluna ou nos joelhos, nos dentes, pele e cabelos. Para quem tem propensão, pode ocorrer a formação de cristais ou pedras nos rins ou vesícula. 

Apesar de tudo, quando acabar este aspecto, sentirá que aprendeu muito com as adversidades e que ficar isolada ajudou na reflexão sobre o sentido da vida.

VIRGEM
23/08 a 22/09

É uma época de muita sorte para você. Pode conseguir ganhar mais dinheiro de uma forma repentina, em jogos ou em algum bom momento nos negócios. Estará num período feliz e de muito progresso. 

Pode resolver mudar algo em sua vida, e isso será muito positivo. É o momento de se tentar técnicas mais modernas no trabalho (home office) ou investir em novos aprendizados. 

Você estará interessada pelo lado espiritual da vida. Pode confiar em suas intuições, pois elas lhe revelarão coisas importantes. É um bom período para praticar meditação, yoga ou estudar filosofia. O contato com a natureza lhe proporcionará bem-estar. 

Sua vida amorosa passará por uma renovação, e é possível que reencontre alguém do seu passado que a verá com novos olhos. Ou mesmo uma pessoa nova, que proporcionará novas experiências a sua vida. Poderá se deparar com mais de uma pessoa interessada em você. 

LIBRA
23/09 a 22/10 

Durante este período você terá bastante ânimo e disposição, bem-estar e alegria de viver. Sua saúde será favorecida. Em compensação, ficará com apetite exagerado e acabará engordando. A vida social e a popularidade vão melhorar e você receberá muitos convites para festas e passeios. 

Em casa, passará por momentos felizes: o convívio familiar será positivo e benéfico. Novas crianças poderão nascer nesse período. O convívio com mulheres, da família ou não, estará beneficiado. 

Neste período, poderá se reencontrar com seu passado e rever amigos de infância. Essas lembranças vão ser positivas e poderão também lhe trazer novidades na vida amorosa. 

ESCORPIÃO
23/10 a 21/11 

Neste período você vai querer seguir a ordem estabelecida e não admitirá transgressões às normas de prevenção d pandemia de coronavírus. Encarará a vida com mais seriedade, trabalhará bastante, mas não perderá o otimismo. 

Poderá resolver assuntos financeiros e legais, mas com muita demora devido às condições restritivas do momento. Tudo levará muito mais tempo do que você imagina. Sua saúde andará frágil, com problemas no fígado e má-digestão que pode se tornar crônica. Pode ter também problemas arteriais ou tendência a cristalizações que levem à artrite ou à formação de pedras na vesícula. 

A vida amorosa tenderá a ficar em compasso de espera durante esse mês, mas alguma situação mal resolvida será trazida à tona. 

SAGITÁRIO
22/11 a 21/12 

Neste período, você estará mais séria e responsável, encarando a vida de forma mais produtiva. Projetos em equipe, por videoconferência, que têm se mostrado bastante produtivos, podem trazer novas oportunidades de trabalho. 

Pode se entender melhor com pessoas de idade que lhe terão em muita consideração. Nas redes sociais, o período promete aproximar amigos, novos e antigos. Na área da saúde, se tem problemas ósseos, principalmente de coluna ou joelhos, poderá conseguir uma boa melhora. 

Nesse período de quarentena, você terá mais ânimo para se dedicar a pesquisas ou qualquer estudo que exija muita concentração. É um bom período para você fazer as pazes consigo mesma, tornando-se mais consciente e realista. 

A vida amorosa pede mudanças para que possa continuar, com mais atenção para a amada. Se estiver solteira, uma amizade pode se declarar a você. 

CAPRICÓRNIO
22/11 a 19/01 

Este é um período que vai exigir de você muita calma e paciência. Vão acontecer mudanças bruscas em sua vida que vão deixá-la preocupada e agitada. É um período em que agirá de forma turbulenta e impensada. Estará sujeita a rupturas e brigas em casa ou entre amigos. 

Você vai ansiar muito por maior liberdade e independência, mas não vai saber esperar o momento certo para agir. Estará cheia de ideias, mas não saberá usá-las de forma positiva. 

Procure descansar e ter momentos de paz, senão será candidata à estafa. Procure ter mais cuidado ao lidar com a pessoa amada que poderá estar mais sensível a sua falta de atenção ou frieza. 

AQUÁRIO
20/01 a 18/02 

Durante este mês sua vida afetiva necessita de mais atenção. Se está sem ninguém, o período poderá trazer a entrada de uma pessoa interessante no seu caminho ligada à sua área profissional. Os romances passam por um momento cheio de novas possibilidades. 

Será um período cheio de mudanças positivas, principalmente em casa. Você poderá resolver modernizar várias coisas em seu lar, para facilitar sua vida. Estará muito intuitiva e alerta, e saberá agir com rapidez e organização. 

Projetos que envolvem estudos, publicações e multimídia, contatos com estrangeiros, pessoas e empresas também passam por um momento imensamente positivo. O período é ótimo para fazer cursos via educação à distância. É um período de muito progresso. 

PEIXES
19/02 a 20/03 

Este trânsito é muito benéfico para quase todos os assuntos. Mesmo que você esteja com problemas, eles serão amenizados por este aspecto. 

Os assuntos afetivos passarão por excelente fase. Novos romances podem acontecer ou mesmo o renascimento de um relacionamento que andava meio sem graça. 

A fase também será ótima para lidar com finanças. Seus investimentos vão render bastante e poderá até ganhar mais dinheiro em algum golpe de sorte. O período poderá envolver uma virada em suas escolhas profissionais com uma nova proposta de trabalho ou projeto sendo os motivadores de boas mudanças nos próximos meses. 

Na área de saúde, precisa fazer uma limpeza física e psicológica, envolvendo sentimentos tóxicos, abandonando o passado. Uma boa terapia pode ajudá-la neste seu momento emocional.

Ver também: Horóscopo 2020: Previsão anual para todos os signos

Gunadhara Miten (Miriam Zen)

Terapeuta Holística e Astróloga Humanista há 33 anos, trabalhou como voluntária por vários anos em Grupos de Ajuda a mulheres que sofreram abuso. Trabalhou também como voluntária no CVV ( Centro de Valorização da Vida )

Trabalhando atualmente com massagens terapêuticas, via Método Deva Nishok, utiliza em seus atendimentos terapia tântrica, cura Reconectiva, Reiki, pontos marma, meditação vibracional biodinâmica, Renascimento, terapia taoísta, terapia de cura hawaiana, Barra de Access, MTVSS com o objetivo de refinar a sensibilidade corporal, gerando maior sustentação da bioenergia do corpo, energização dos chackras e equilíbrio da produção hormonal, proporcionando também expansão da consciência, equilíbrio emocional e bem-estar.

Consultora da Rede de Informação UOO ( Um Outro Olhar ).

Para agendar sua sessão de mapa, tarot, de massagem terapêutica, entre em contato no whats app: 11 96405 1934  Email: miriam.julie@gmail.com

 
Um Outro Olhar © 2019 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum