Em pesquisa internacional sobre aceitação da homossexualidade, Brasil fica em 13º

sexta-feira, 2 de maio de 2014


Intitulado Global Views on Morality (Visões globais sobre moralidade), estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas Pew, com 40 países de cinco continentes, na Europa, Ásia, África e Américas, mostrou que a Espanha é o país que mais aceita as pessoas homossexuais.

Entre várias outras questões sociais, a pesquisa perguntou se os entrevistados consideravam a homossexualidade moralmente aceitável, moralmente inaceitável ou se não a consideravam uma questão moral.

Apenas 6% dos espanhóis disseram que a homossexualidade é "moralmente inaceitável", seguidos dos alemães, com apenas 8% dos entrevistados reprovando moralmente a homossexualidade, embora a Alemanha ainda não tenha a lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo implementada.

Na França e na Checoslováquia, 14% dos entrevistados afirmaram reprovar moralmente a homossexualidade, apesar de os franceses já terem a lei de casamento entre pessoas do mesmo sexo aprovada recentemente após batalha politica encarniçada. Mais contraditório ainda, na África do Sul, com uma Constituição que proíbe a discriminação com base na orientação sexual há anos e também um dos primeiros países com igualdade no casamento, 62% dos entrevistados disseram considerar a homossexualidade "moralmente reprovável".

Os EUA, onde a lei do casamento LGBT vem sendo aprovada lentamente estado a estado, ficou em 12º lugar na pesquisa, com 37% dos entrevistados afirmando não ser a homossexualidade moralmente aceitável, 25% dizendo ser aceitável e 35% declarando não ser esta uma questão moral.

Na Indonésia, apesar de 93% dos entrevistados considerarem a homossexualidade moralmente reprovável, as práticas homossexuais não são criminalizadas, ao contrário do que ocorre cada vez mais no continente africano. Não por menos, os piores índices de aceitação ficaram por conta de Gana e Uganda, respectiva 98% e 93% de reprovação. Na Jordânia, no Egito e na Palestina, o índice de reprovação foi bem alto, de 95% e 94% respectivamente. 

Os países escandinavos, conhecidos por sua liberalidade sobre o tema (quase todos já aprovaram o casamento LGBT há tempos), não foram entrevistados, o que provavelmente explique a posição da Espanha como país mais gay-friendly da lista. E o Brasil até que não se saiu tão mal: 39% (reprovável), 44% (aceitável) e 14% (não se trata de uma questão moral. 

O ranking do estudo, realizado pelo Instituto de Pesquisas Pew, pode ser conferido neste link: Global Views on Morality

Com informações de várias fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum