Garçonete lésbica recebe recibo de conta com a frase: "Desculpe, mas não posso deixar gorjeta, pois não estou de acordo com seu estilo de vida”

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Dayna quando ainda servia na Marinha (à esq.) e em foto mais recente (Foto: facebook)DAYNA QUANDO AINDA SERVIA NA MARINHA (À ESQ.) E EM FOTO MAIS RECENTE (FOTO: FACEBOOK)

Garçonete norte-americana sofre homofobia e recebe apoio na web
Dayna Morales foi mal tratada por uma família no bistrô que trabalha em Nova Jersey e levou a história para o Facebook, onde recebeu milhares de mensagens de apoio

A garçonete Dayna Morales, de Nova Jersey, tem recebido milhares de mensagens de apoio na web após sua história se espalhar na rede. Na última semana de novembro, ela sentiu-se ofendida pelo modo como uma família (composta de um casal com o filho ainda criança) a tratou no bistrô onde trabalha: começou quando a mãe da família, em dúvida sobre a sexualidade de Dayna, mostrou-se chocada com os cabelos curtos da garçonete e exclamou: “nossa, achei que você fosse dizer que se chama Dan”.

Mas a pior parte foi quando a garçonete pegou o recibo da conta e viu a mensagem: “Desculpe, mas não posso deixar gorjeta, pois não estou de acordo com seu estilo de vida”. Revoltada com o preconceito sofrido, Dayna levou sua história para a página do Facebook “Tenha um dia gay”, como uma forma de combater a homofobia. “Nunca, em um milhão de anos, achei que isso fosse acontecer. Estou completamente louca, ofendida e magoada com a ignorância com que esses pais criam os filhos. Eles já crescem presenciando isso”, desabafou Dayna na rede social. “Eu servi na Marinha para mostrar que não deve haver esse tipo de preconceito. Só tenho a dizer: desculpe senhora, mas eu também não concordo com sua forma de pensar e nem por isso lhe tratei mal ou ofereci um atendimento ruim”.

Na conta da mesa, o casal afirmou que não poderia deixar uma gorjeta para a garçonete por "não concordar com seu estilo de vida" (Foto: facebook)NA CONTA DA MESA, O CASAL AFIRMOU QUE NÃO PODERIA DEIXAR UMA GORJETA PARA A GARÇONETE POR "NÃO CONCORDAR COM SEU ESTILO DE VIDA" (FOTO: FACEBOOK)

Após a publicação do post na página online, Dayna recebeu milhares de mensagens de apoio, inclusive de pessoas heterossexuais envergonhados com tamanho preconceito. “Como membro da sociedade heterossexual, eu imploro seu perdão para pessoas tão ignorantes como essas”, disse um dos leitores. Outro comentou que “espera que o casal que destratou Dayna, ao ler isso, sinta-se publicamente humilhado o suficiente para nunca mais sair de casa de novo ou estimular esse tipo de ensinamento aos filhos”. A garçonete, que confessou ter se segurado para não dar uma resposta à altura para o casal, disse que sua fé na humanidade foi restaurada após as mensagens de apoio. “Essas pessoas que escreveram para mim fizeram perceber que existe muito mais pessoas boas do que ruins no mundo”.

Fonte: Marie Claire, 20/11/2013, por Igor Zahir

2 comentários:

  1. Lueri,
    Pois é, já ouviu aquela ideia de que as pessoas boas são tímidas enquanto as má são ousadas.
    Acho absurdo como as pessoas do tipo dessa mulher se sentem tão superiores a nos, homossexuais, que julgam e agridem-nos como se isso fosse um dever e direito delas. Vai perguntar se ela deixaria o troco pra um político ladrão ou escreveria essa mensagem pra ele. Aposto que ela deixava a gorjeta.

    ResponderExcluir
  2. http://gawker.com/waitress-who-lied-about-anti-gay-receipt-has-told-far-w-1472830906/@neetzanz

    ela é uma mentirosa crônica

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum