Memória Lesbiana: 41 anos de Chanacomchana

domingo, 31 de dezembro de 2023


Há 41 anos era lançado o primeiro número da coleção Chanacomchana, produzida e editada por Míriam Martinho em colaboração com outras ativistas e associadas do Grupo Ação Lésbica Feminista (GALF). O contexto histórico da publicação de 12 edições foi, internacionalmente, o do final da Guerra Fria e dos últimos momentos da Contracultura. Nacionalmente, foi o dos últimos anos da redemocratização do Brasil, após duas décadas de regime militar autoritário, e do progressivo retorno do estado democrático de direito. Seus primeiros números coincidem com a primeira votação direta para governadores (82) e a campanha pelas Diretas Já (83-84) e, na volta ao período civil a partir de 1985, com a formação da Assembleia Constituinte culminando na nova constituição promulgada em 5 de outubro de 1988.

No terreno da micropolítica dos movimentos sociais, o ChanacomChana reflete as ideias prevalentes no primeiro ciclo do movimento homossexual, o chamado ciclo libertário, de matriz contracultural, principalmente a da autonomia em relação aos partidos políticos e a ideia de uma nova política a ser exercida por uma coalização de movimentos sociais. Reflete também as ideias do feminismo de segunda onda, em particular seu questionamento dos chamados então estereótipos sexuais (hoje de gênero). Reflete ainda a expansão da luta pelos direitos homossexuais e a internacionalização do incipiente movimento de lésbicas com a adesão dos países em desenvolvimento.

Adotando a ética e a estética contracultural do "Do It Yourself - DIY" (Faça você mesmo), o Chana foi um típico fanzine no visual, com colagens e mistura de tipos gráficos, e, no conteúdo, com uma miscelânea de textos políticos, tirinhas, desenhos, poesias, depoimentos, notícias e app arcaico de namoro (o Troca-cartas). Questionou os temas em voga em seu período de existência, vide a questão da identidade homossexual e as relações conturbadas com o movimento feminista, e deu voz as lésbicas tão invisíveis do período em entrevistas, depoimentos, poesias, reflexões.

Em janeiro, as resenhas das três últimas edições do ChanacomChana (números 10, 11 e 12).
Feliz 2024!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2023 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum