Número recorde de personagens LGBTQ na TV americana

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Cena da série 'BoJack Horseman', da Netflix Foto: Divulgação
Cena da série 'BoJack Horseman', da Netflix - Divulgação

Estudo registra número recorde de personagens LGBTQ na TV americana
Relatório analisou que, apesar do crescimento, a maioria dos representantes desta categoria são homens brancos

Um estudo realizado por uma organização americana revelou que dos 901 personagens que aparecem nos principais programas da TV aberta dos EUA, 58 são gays, lésbicas, bissexuais, trans ou queer. Em comparação aos relatórios anteriores, esse número é considerado um recorde — houve um crescimento de 28 personagens representantes da comunidade LGBTQ em relação ao ano passado.

Apesar da boa notícia, o GLAAD (Gay and Lesbian Alliance Against Defamation) lembra que boa parte desses personagens são pessoas de pele branca e predominantemente homens.

O relatório, batizado de "Where We are on TV" (Onde estamos na TV, em tradução livre), também avaliou os números dos personagens LGBTQ presentes em programas dos serviços de streaming. Segundo os dados, 77% dos 70 personagens gays, lésbicas, bissexuais, trans ou queer desta categoria são brancos. O problema, no entanto, se estende entre todos os meios analizados — TV aberta, streaming e TV a cabo. 

Segundo a presidente da organização, Sarah Kate Ellis, o dado se torna ainda mais importante durante o governo do presidente Donald Trump. "Enquanto a administração de Trump está tentando diminuir a visibilidade das pessoas LGBTQ, estamos ocupando cada vez mais espaços na TV americana", afirmou ela a "Variety". "Nesses tempos, mostrar a representatividade é mais importante do que nunca. Vamos mudar o curso da história", finalizou. 

Outra informação divulgada pelo relatório do GLAAD é que, pela primeira vez na história, foram registrados personagens não-binários e assexuados que fazem parte do elenco regular dos programas. A única plataforma que não possui um personagem assexuado é a TV aberta. Tanto a TV a cabo, quanto o streaming têm seus representantes: Raphael, de "Shadowhunters", e Todd, de "BoJack Horseman". 

Nas três plataformas, há apenas 17 personagens trans — oito são mulheres trans, quatro são homens trans e outros quatro são não-binários. O relatório também destacou que apenas dois personagens em todas as três plataformas são portadores do vírus HIV.

Fonte:  Globo, 09/11/2017

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum