Polícia de Curitiba divulga retrato falado de suspeito de jogar ácido em homossexual

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Polícia Civil divulga foto de suspeito de ataque homofóbico, em Curitiba (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Polícia divulga retrato falado de suspeito de jogar ácido no rosto de um homossexual
                         
Polícia Civil divulga retrato falado de suspeito de jogar ácido em homossexual, em Curitiba
Caso aconteceu na noite de 14 de maio, no bairro Juvevê.

Polícia Civil divulgou, nesta segunda-feira (22), o retrato falado do suspeito de jogar ácido em um homem homossexual de 40 anos. O caso aconteceu no dia 14 de maio, no bairro Juvevê, em Curitiba.

Por causa do ataque homofóbico, o homem perdeu a visão do olho esquerdo e corre o risco de perder do lado direito, conforme o delegado Fábio Amaro. A vítima está internada no Hospital Evangélico, com queimaduras de segundo e terceiro graus.

Quem tiver informações, pode ligar no Disque-Denúncia: 0800 6431 121.

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o ocorrido. De acordo com a Polícia Civil, a vítima relatou que caminhava pela rua por volta das 20h30 quando foi abordada por um suspeito que se aproximou, pronunciou um xingamento homofóbico e jogou um líquido em seu rosto, provocando queimaduras.

Em entrevista, o homem afirmou que pensou inicialmente se tratar de um assalto, mas que em determinado momento a pessoa que o atacou chegou a dizer: "Toma aí, seu viado", antes de jogar o líquido contra ele.
Eu sei que ele estava de boné preto, de boina e de óculos. E ele me empurrou. Na hora em que ele me empurrou, eu achei que ele iria roubar meu celular. Daí, eu tentei levantar a minha perna, para tentar me defender. Foi onde ele pegou e jogou 'Toma aí, seu viado". Foi ódio mesmo, contou a vítima.
Fonte: G1, 22/05/2017 


'Foi ódio mesmo', diz vítima de ataque homofóbico com ácido, em Curitiba
Homem foi atingido nos braços e no rosto e corre o risco de perder a visão nos dois olhos.

O homem de 40 anos, que foi vítima de um ataque com ácido, em Curitiba, diz que o ato foi intencional, por causa da orientação sexual dele. Em entrevista, a vítima afirmou que pensou inicialmente se tratar de um assalto, mas que em determinado momento a pessoa que o atacou chegou a dizer "Toma aí, seu viado", antes de jogar o líquido contra ele.
Eu sei que ele estava de boné preto, de boina e de óculos. E ele me empurrou. Na hora em que ele me empurrou, eu achei que ele iria roubar meu celular. Daí, eu tentei levantar a minha perna, para tentar me defender. Foi onde ele pegou e jogou 'Toma aí, seu viado". Foi ódio mesmo, contou a vítima.
O caso aconteceu no bairro Juvevê, no domingo (14). O homem foi internado no Hospital Evangélico, com ferimentos nos braços, no peito e no rosto. Ele corre risco de perder a visão dos dois olhos, em decorrência do ataque.
Eu sofri queimadura de terceiro grau no rosto, nos dois braços, no peito, no abdômen. E boca, rosto completinho, e mais a visão, onde eu vou perder praticamente toda a visão. A chance de eu enxergar de novo é mínima. Fora o emocional, que acabou comigo", disse a vítima.
A Polícia Civil informou que está ouvindo testemunhas e que a investigação do caso está avançada. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Fonte: G1, RPC Curitiba, 17/05/2017

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum