Inaugurado centro de referência LGBT em Salvador

segunda-feira, 21 de março de 2016

ACM Neto na inauguração do Centro de Referência e Atendimento a LGBT
I
nauguração do centro de referência LGBT em Salvador
A prefeitura de Salvador inaugurou na sexta-feira (18) o Centro de Referência e Atendimento a LGBT pela Prefeitura, órgão ligado à Secretaria Municipal da Reparação (Semur). De acordo com o prefeito ACM Neto, a capital é marcada pela diversidade e que a cidade deve dar exemplo ao Brasil e ao mundo ao mostrar que consegue conviver com as diferenças e uma parceria com a sociedade civil é fundamental para entender e assistir melhor os gays, lésbicas, travestis e transgêneros.
“O compromisso da Prefeitura é de estar sempre aberta ao diálogo, sensível às solicitações e realização de ações. Não à toa, estamos inaugurando o serviço nas comemorações pelo aniversário da cidade, para mostrar que Salvador precisou de 467 anos para ter um Centro LGBT”, afirmou o gestor.

O Centro Municipal de Referência e Atendimento a LGBT conta com toda a estrutura para acolhimento e atendimento de casos de violência contra lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. O serviço funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e oferecerá assistências jurídica, psicológica e social, além de capacitação e suporte necessário para esse público, dando condições para fortalecimento dos LGBTs e resgate da cidadania e direitos sociais. “Tivemos que aprender a tratar o assunto, convocando todos os líderes e instituições para elaborar a Conferência Municipal e, em seguida, o Plano Municipal. A nossa intenção foi implantar algo de forma planejada, um espaço digno e que demonstra a vontade da Prefeitura de conhecer, entender e atender ao grupo LGBT. Este é um legado que não tem volta”, avaliou a secretária da Semur, Ivete Sacramento.

O objetivo do Centro é servir como suporte à busca de direitos sociais, fortalecer as condições LGBTS e atender casos de violências domésticas, sexual, e assédios. Serão oferecidas assistências jurídica, psicológica e social para atender nas diversas situações enfrentadas. Em uma A vítima situação de violência a é orientada por telefone ou pessoalmente sobre os serviços disponibilizados de apoio, assistência e prevenção. As denúncias poderão ser feitas através do site:

http://observatorioracialelgbt.salvador.ba.gov.br/denunciar

Fonte: Com informações de Bahia Notícias e outros, 19/03/2016

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum