Presidente russo institucionalizou a homofobia mas não assume o feito

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Em janeiro deste ano, Putin afirmou que a Rússia precisava se "livrar
da homossexualidade", caso quisesse aumentar taxa de natalidade

Putin diz que apoiar família "tradicional" não implica perseguir homossexuais
Segundo o presidente russo, "valores tradicionais" são uma prioridade política e que "uma coisa não implica a outra"

O presidente russo,Vladimir Putin, afirmou na sexta-feira, 5, que por mais que apoie "valores tradicionais", isto não significa que ele irá perseguir os homossexuais.

Durante um discurso, na última quinta-feira, 4, Putin afirmou que "valores tradicionais", bem como uma "família saudável" são prioridades políticas.
A família tradicional, uma nação saudável é a nossa opção estratégica".
Porém, num encontro com ativistas de direitos humanos, realizado na sexta, no Kremlin, o presidente defendeu "uma abordagem equilibrada" e ressaltou que o seu posicionamento "não significa que tencionamos perseguir as pessoas que tenham alguma orientação não tradicional". 

Putin regressou à presidência da Rússia em 2012 e vem adotando, cada vez mais, uma agenda conservadora, tentando colocar o país como uma antítese do Ocidente.

O país ainda não permite a adoção de crianças por casais do mesmo sexo e, a partir de uma lei polêmica, aprovada em 2013, é proibida a exposição de menores à homossexualidade. A lei controversa chegou a ser contestada por líderes ocidentais, ativistas dos direitos humanos e até mesmo por figuras famosas, como a cantora Madonna.

Lembrando a lei antipropaganda gay na Rússia.



Fonte:
O Povo Online, 06/12/2014

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum