Esposa de líder de organização anti-gay americana o deixou por uma mulher

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

A esposa dele preferiu outra mulher

Esposa de líder de organização anti-gay americana o deixou por uma mulher

Documentos revelaram que esposa de extremista anti-LGBT o deixou por uma mulher meses antes de ele se tornar líder de um grupo anti-gay do Texas.

Jonathan Saenz é um advogado católico conservador e também presidente da organização Texas Values, entidade anti-aborto e anti-LGBT, "dedicada à preservação e ao desenvolvimento de uma cultura de valores familiares no estado do Texas (EUA)." Em agosto de 2011, ele foi surpreendido pelo pedido de divórcio de sua atual ex-esposa, Corrine Morris Rodriguez Saenz, após quase 10 anos de casamento. Os documentos relativos ao divórcio, obtidos pelo site LGBT Lone Star Q, revelam que Corrine deixou Saenz por uma mulher chamada Ercimin Paredes.

Corrine e Ercimin eram colegas de trabalho na Escola Elementar Becker (Austin, Texas). Saenz alegou, nos autos do processo, que a esposa mantinha intenso relacionamento com a srta. Paredes desde o outono de 2010. "Numa contra-petição de divórcio, feita por Saenz, em maio de 2013, ele acusou Corrine de adultério e exigiu que Ercimin fosse proibida de se aproximar dele e de seus dois filhos (os que teve com a ex-esposa).

O Lone Star Q relata que o advogado de Saenz requisitou investigação judicial sobre o relacionamento de Corrine com a namorada e tentou impedir a presença de Ercimin durante as audiências do divórcio, concluído no ano passado.

Saenz é um grande opositor do casamento igualitário (entende-se porque), tendo sugerido que o apoio ao mesmo poder levar à poligamia, ao incesto e à prisão de milhares e milhares de pastores. Também é um dos grandes propositores da terapia de conversão sexual.

A ligação entre os problemas maritais de Saenz e sua homofobia pública, trazida a público pela matéria do Lone Star Q, viralizou na Internet (on the Subreddit "Not the Onion.")

Apesar da repercussão de sua história com Corrine, em seu perfil do Twitter, o bastante ativo Saenz nada comentou sobre o assunto.

Abaixo vídeo com Saenz alegando que "a liberdade religiosa será impedida" se o casamento entre pessoas de mesmo sexo for permitido:


Fonte: The Huffington Post, 13/08/2014

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum