Presidente do Zimbábue, o Hitler negro, quer expulsar do país os diplomatas estrangeiros que defendem os direitos dos homossexuais.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Até no bigodinho Mugabe parece ser influenciado por Hitler, ironias à parte

Mugabe ameaça expulsar diplomatas defensores dos gays

Presidente do Zimbábue ameaça expulsar diplomatas estrangeiros que defendam os direitos dos homossexuais

Harare, 18 abr - O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, em discurso para comemorar os 34 anos de independência do país, ameaçou nesta sexta-feira expulsar do país os diplomatas estrangeiros que defendem os direitos dos homossexuais.

Em um discurso realizado durante um ato no Estádio Nacional de Esportes, em Harare, Mugabe afirmou que o Zimbábue não lutou para se tornar independente do Reino Unido para se transformar em um 'território homossexual'.

'Não, nunca teremos isso aqui', sentenciou o líder, de 90 anos, conhecido por sua feroz homofobia.

'Se há diplomatas que falam do homossexualismo, digam-me e os tiraremos do país sem nenhuma desculpa. Nem sequer o escutaremos', advertiu o chefe de Estado em uma parte do discurso dedicado à Europa, acusada por Mugabe de não ter 'princípios'.

'Eles (os europeus) inclusive negam que é um erro se um homem pratica sexo com outro homem', acrescentou Mugabe, que estava ao lado de sua esposa, Grace.

A União Europeia (UE) mantém sanções contra o presidente e sua esposa em função de supostos abusos contra os direitos humanos e irregularidades eleitorais no Zimbábue.

Não é a primeira vez que Mugabe ataca os homossexuais, a quem chegou a qualificar como 'piores que porcos e cachorros'.

Atualmente, mais de trinta países punem o homossexualismo na África.

Fonte: Exame.com, 18/04/2014

Presidente do Zimbábue critica o absurdo da homossexualidade

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, criticou nesta sexta-feira (18) o "absurdo da homossexualidade" na Europa, condenando a recusa de seus líderes a aceitar seu poder, em seu discurso por ocasião da festa da independência.

"A Europa de ontem se foi, hoje temos uma Europa que não tem princípios", declarou o presidente de 90 anos, em um estádio na capital.

"O natural torna-se em sobrenatural. E o que não é natural, eles dizem que é natural", afirmou, voltando a um de seus temas favoritos, o de atacar os homossexuais e os defensores dos direitos dos homossexuais.

A Europa diz, segundo ele: "Se votarem uma lei que nega o casamento gay, iremos puni-los, como ocorreu em Uganda ou com a gente".

"Que a Europa guarde o absurdo da homossexualidade para ela e que não venha aqui com isso", insistiu Robert Mugabe, que chegou a afirmar que os homossexuais eram piores que porcos e cães, alertando os diplomatas ocidentais defensores dos direitos homossexuais com expulsão.

Mugabe, presidente do Zimbábue desde a independência em 1980, está sujeito a sanções de Bruxelas, que condenou as fraudes eleitorais e a violência que o mantiveram no poder e criticou o seu regime autoritário.

"Os europeus nunca aceitaram um governo de Zanu-PF neste país", lamentou, referindo-se ao seu país.

Fonte: NE10, via AFP, 18/04/2014

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum