Padre ultraconservador quer aliança política entre católicos e evangélicos para combater movimento homossexual que visaria destruir a família e a moral judaico-cristã

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Padre explica a importância da aliança política entre católicos e evangélicos
Padre propõe aliança política
entre católicos e evangélicos

Padre explica a importância da aliança política entre católicos e evangélicos

Ele cita a forte influência de movimentos homossexuais que querem destruir os valores judaico-cristãos

O padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior postou um vídeo em seu canal no Youtube falando sobre a união entre católicos e evangélicos na política nacional.

Ele lembrou que há muitas pessoas que não aceitam essa aliança e até torcem contra ela. Azevedo Júnior propõe deixar de lado o que divide as duas crenças para buscar o bem comum. O padre se refere ao movimento homossexual que tem como objetivo destruir o patrimônio moral do ocidente.

“Um bando de celerados colocou na cabeça ‘que a moral judaico-cristã só fez desgraça, então nós temos que acabar com ela’, e acabar com a moral judaico-cristã é acabar também com essa instituição chamada família”, disse.

O pároco comenta que a maior parte da população é a favor da moral judaico-cristã e da família e para não deixar que católicos e evangélicos lutem por ela, elas estão dispostos a colocar as duas religiões uma contra a outra.

“Nós precisamos nos unir para que isto não seja destruído”, disse ele pedindo apoio também dos grupos espíritas que também estão empenhados a defender a família.

O padre, que já gerou polêmica ao chamar os protestantes de “otários”, disse que apesar das diferenças religiosas, os dois grupos precisam se unir para defender a família e a moral judaico-cristã.

“Nós católicos e os evangélicos estamos perfeitamente de acordo que neste campo (de crenças) não tem acordo. Mas não é neste campo que queremos firmar este acordo, é no campo político”, disse ele. O desafio dessa aliança polícia é aprender a respeitar as diferenças religiosas de ambas as partes e assim construírem uma força que vai salvar os valores morais da civilização.

“Nós vemos a nova invasão dos bárbaros”, disse ele se referindo ao movimento homossexual. “Mas não são bárbaros que vêm com a guerra, mas são bárbaros que vêm com a língua bifurcada como a serpente. Todos eles têm a língua bifurcada, eles dizem uma coisa, que para a população significa uma coisa, mas para eles outra”.

Ricardo Azevedo chama a atenção para a imposição do termo “identidade de gênero” que pode parecer tratar de igualdade entre homens e mulheres, mas que na verdade significa “transformar nossas escolas em fábricas de pessoas versáteis sexualmente”.

“O que eles estão planejando é acabar com a instituição familiar e para acabar com a instituição familiar eles precisam acabar com o papel de marido, mulher, macho, fêmea, filho, pai e mãe”, alerta.

No final do vídeo ele reafirma que os cristãos não aceitam esse tipo de ideologia e isso não significar desrespeitar as minorias. “Iremos respeitar todos os tipos de pessoas, mas não podemos tolerar é que as nossas escolas se transformem em fábricas de destruição do patrimônio moral”.

 

6 comentários:

  1. Mas um doente mental chamado fundamentalista....Isso é coisa psicótica.. deveria se tratar num manicômio!

    ResponderExcluir
  2. Impressionante, sempre me chamou a atenção como esse Padre é a cara do REACIONALDO AZEDO e tem até o mesmo sobrenome... KKKKKKKKKKKKK Vamos esquecer essa pessoa e nos ater aos Padres novos, solidarios, e inclusivos que estão aparecendo para nos amparar !!! Eu tenho família, criatura, e a minha é linda, honesta e amorosa !!! :)

    ResponderExcluir
  3. Eu acredito que esse padre é doidão, uma hora fala que nós os protestantes somos otários depois quer fazer aliança? Como assim cara?
    E eu acho meio errado o povo falar que no Brasil tem fundamentalismo religioso, porque o país é laico, graças á Deus que a teocrácia não existe aqui.
    Pois senão teriamos um país como o Irã, lá sim tem fundamentalismo religioso

    ResponderExcluir
  4. Ele chama os protestantes de otários e os espiritas de falsários da fé... e mesmo assim ele quer a ajuda deles... Manda esse padre dá o cú que ele ganha mais!

    ResponderExcluir
  5. Esse cara é um doente mental, é tão enrustido que já afetou a mente do sujeito! que medo desse demonio!

    ResponderExcluir
  6. Padre Paulo Ricardo, defendendo a nossa familia... Aqui não falamos de que mudou de opinião sobre os protestantes.. Só quer dizer que para salvar a familia é necessário nos unirmos..

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum