Ministério Público do Trabalho da Paraíba vai fazer campanha para incentivar contratação de homossexuais

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Procurador Geral do Trabalho, Eduardo Varandas

‘Orientação sexual não deve ser empecilho para contratação’, diz Varandas e destaca campanha do MPT contra homofobia

A homofobia no trabalho ainda é uma realidade na Paraíba e o Ministério Público do Trabalho quer combater esse tipo de violência e conscientizar a população de que as pessoas não sejam discriminadas por sua orientação sexual na hora da contratação.

Em entrevista ao portal Paraíba.com.br na terça passada (22/10/2013), o procurador Geral do Trabalho, Eduardo Varandas comentou que o MPT deve lançar uma campanha em dezembro para ‘conscientizar as pessoas que a condição e orientação sexual não deve ser empecilho para a contratação’. Ele alertou para as dificuldades de LGBTs encontrarem trabalho, ‘principalmente travestis’.

“Queremos conscientizar a população para que não descrimine na hora da contratação e sim escolha pelas qualidades profissionais”, conta e exemplifica: “Você encontra hoje uma travesti trabalhando numa loja? Não. Encontra como secretária num escritório de advocacia? Não, mas encontra na zona de prostituição, um trabalho altamente perigoso e nocivo”, diz.

Para Varandas, a sociedade moderna precisa entender que as pessoas não são melhores ou piores porque assumem determinada identidade sexual. “A sexualidade só diz respeito a eles”, explica.

Serão usadas todas as mídias, campanha com VT, Outdoors e mídia impressa, além de seminários para a população com o lema: ‘Homofobia no trabalho, você não tem esse direito’. A campanha está em fase final, esperando a conclusão da produtora para marcar uma coletiva de lançamento.

O procurador destaca que esse debate é muito importante e marca uma nova página na história da Paraíba que é diminuir as desigualdades nas relações de trabalho.

Fonte: Paraíba.com.br, Marília Domingues, 27/10/2013

1 comentários:

  1. Bem legal a iniciativa do Ministério Público do Trabalho da Paraíba,apesar do erro crasso de confundir a opressão por orientação sexual com a opressão devido à identidade de gênero. Afinal, travestis e transexuais sofrem preconceitos por serem transgênerxs. Mas tirando isso, uma bela iniciativa. Espero que mais estados façam o mesmo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum