Enquanto os conservadores ladram, as mulheres casam uma com a outra

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Nathalia da Silva e Tabata Penteado oficializaram
união  (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Lésbicas se casam no civil após autorização da Justiça em Indaiatuba

'É uma conquista muito grande', afirma noiva após cerimônia neste sábado. Casamento homoafetivo é o primeiro registrado na cidade, segundo cartório.

A vendedora Nathalia Batista da Silva e a industriária Tabata Cristiane Kakishita Penteado oficializaram na manhã do último sábado (10/11) o primeiro casamento civil entre pessoas do mesmo sexo em Indaiatuba (SP), que tem 200 mil habitantes. A união foi selada às 10h30 pelo juiz de paz do Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais da cidade e cerca de 60 pessoas, entre familiares e amigos, prestigiaram o casamento.

Conquista
A vendedora afirma que, no momento em que assinou o contrato, se sentiu lisonjeada. "É uma conquista muito grande. Todo mundo ficou bem emocionado, foi muito lindo", disse. O casal pretende fazer uma celebração, ainda nesta tarde, com as famílias.

De acordo com Nathalia, todos os familiares apoiaram o casamento e quiseram estar presentes para a ocasião. Alguns até viajaram de outras cidades, como São Paulo (SP), para não perder a festa. Além da comemoração, as noivas pretendem fazer uma viagem de lua-de-mel em breve. Filhos, no entanto, ainda não estão nos planos a curto prazo. "Daqui a uns três anos a gente pensa sobre isso", afirma.

Justiça
Seis meses atrás Nathalia e Tabata entraram com um processo de habilitação de casamento, sob orientação do cartório. O pedido foi encaminhado para a juíza Corregedora da Comarca que, após parecer favorável da Promotoria, e em vista das decisões do Conselho Superior da Magistratura do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), que permitiu recentemente uniões do tipo, autorizou o casamento.

Nathalia reconta com emoção o momento em que, no fim de outubro, receberam a ligação avisando de que a união fora aprovada. Embora afirme que o casal nunca tenha sofrido qualquer discriminação, acha que a união servirá para ajudar os outros casais homossexuais a conquistarem seus direitos. "Acho que [o casamento] abriu muitas portas, para todo mundo ter o mesmo espaço na sociedade", explica.

Fonte: G1 - Lésbicas se casam no civil após autorização da Justiça em Indaiatuba (ver seção de comentários)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum