Filme baiano sobre caso de homofobia é premiado em festival no Espírito Santo

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Ceci Alves(centro) recebeu premio em Muqui
Foto: Divulgação Ceci Alves(centro) recebeu premio em Muqui

O filme "Da Alegria, Do Mar e de Outras Coisas", da cineasta baiana Ceci Alves, conquistou, nesse sábado (7/9) à noite, menção honrosa na segunda edição do Festival de Cinema de Muqui (Fecim), no Espírito Santo. O curta-metragem, que conta a história de dois travestis vítimas de homofobia em Salvador, havia sido premiado, dia 19 de agosto, no festival Visões Periféricas, no Rio de Janeiro. 

Esta é a segunda vez que Ceci Alves ganha prêmio no Fecim. "Ano passado, ganhei por 'Doido Lelé', meu primeiro filme. Este ano, ser agraciada com 'Da Alegria...' é um reconhecimento do meu trabalho. Agora, espero voltar no próximo ano com 'Velho Rei', filme que acabei de finalizar", comemora Ceci. 

No final deste mês, "Da Alegria, Do Mar e de Outras Coisas" participará no Festival de Cinema de Maringá, no Paraná, onde foi selecionado para participar da mostra competitiva. O filme relata o caso do travesti baiana Júnior da Silva Lago, 22 anos, a “Luana”, assassinada na praia depois de ser atacada junto com o também travesti Jocimar Oliveira do Carmo, a “Joice”, que sobreviveu. 

No filme, a historia é recontada pelo travesti Nem, que faz shows de dublagem, e vê o também travesti Joy ser morto pelos homens. Estrelam o filme os atores paulista Rodolfo Lima e pernambucano Rodrigo Porto Cavalcanti.

Antes mesmo das gravações, a produção já começou premiada. O curta foi contemplado no último edital de demanda espontânea do Fundo de Cultura do governo do Estado da Bahia. "Da Alegria..." também ganhou menção honrosa do Cine Futuro, em 2012.

Fonte: Tribuna da Bahia, 08/09/2013

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum