Revista Time (EUA): O casamento gay já ganhou. A Suprema Corte ainda não decidiu, mas a América já.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Crédito: Peter Hapak


















Com a chamada O casamento gay já ganhou. A Suprema Corte ainda não decidiu, mas a América já, e capa com fotos alternativas de duas mulheres e dois homens se beijando, a revista Time apresenta, em seu site, extensa reportagem de David von Drehle sobre o tema do casamento LGBT. Sob o título How the gay Marriage Won (Porque o casamento gay ganhou), von Drehle faz um resgate do processo histórico dos direitos homossexuais nos EUA que culminou na aceitação crescente do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Elaine Harley e Mignon R. Moore fazem a melhor foto do ensaio
Segundo o autor, a América reconheceu recentemente que homens e mulheres homossexuais não são aliens apartados da sociedade. Que estão em todas as profissões e podem ser seus vizinhos ou a pessoa sentada a seu lado num banco de ônibus. Podem ser medalhistas olímpicos como Greg Louganis, bilionários como David Geffen, apresentadoras como Ellen DeGeneres, jogadores de rugby, como Mark Bingham,  e até religiosos como o Arcebispo de Milwaukee, Rembert Weakland.
A visibilidade das celebridades LGBT e hits televisivos como Queer Eye for the Straight Guy e Glee, bem como as demandas dos ativistas homossexuais, além da cabeça aberta das novas gerações, tornaram a homossexualidade mais aceitável no país, dando início ao processo de reconhecimento dos casamentos homossexuais em diferentes estados americanos.

Por sua vez, as alegres cerimônias matrimoniais dos casais LGBT igualmente têm ajudado a mudar a percepção do tema "casamento homossexual" que de marginal e inconcebível passou a consensual para boa parte dos americanos. Por isso, segundo von Drehle, mesmo que a decisão da Suprema Corte americana ainda desta vez não seja de todo favorável ao casamento LGBT (há a possibilidade dos juízes deixarem a decisão para os estados), ele já ganhou os corações da maioria dos cidadãos do país. O resultado final positivo é apenas questão de tempo.

Vale a pena checar a timeline dos direitos LGBT nos EUA pelo link Pride and Prejudice: An Interactive Timeline of the Fight for Gay Rights

Abaixo também algumas imagens do ensaio fotográfico do Peter Hapak (o mesmo das capas) chamado Retratos da Revolução do Casamento Gay e ao final o link para as demais fotos.


Fonte imagens: Behind the Covers: Portraits of the Gay Marriage Revolution by Peter Hapak

P.S. A revista Época São Paulo também vem com capa de quase beijo entre duas mulheres e matéria sobre o casamento homossexual em São Paulo. Mas errou na mão. A foto - nada natural - parece imagem de ensaio de moda com levada fetichista ou de pornô de luxo. Abaixo à guisa de comparação com as fotos da Time. E sintam o drama!

Fonte: ÉPOCA – Faz Caber » Época SP: casamento gay » Arquivo 

2 comentários:

  1. Acho que os gays foram discriminados nesse ensaio. As fotos dos homens são mais fracas que as das mulheres, meio escondidas. Valeu a intenção mas deixou a desejar para nós gays. Sílvio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei que as fotos da mulheres estão melhores, Sílvio, principalmente a do casal de mulheres negras. Muito verdadeira, sensual e elegante.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum