Projeto contra educação sexual nas escolas não tem nova data para votação

terça-feira, 27 de março de 2012

O Projeto de Lei nº1082/2011, de Carlos Bolsonaro (vulgo Boçalnaro Jr.) que proíbe a divulgação de material didático sobre diversidade sexual no ensino fundamental e na educação básica, recebeu ontem (27) duas emendas na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Por isso, segue novamente para apreciação das comissões permanentes, sem data definida para voltar a votação. 

A primeira das emendas propostas modifica o art. 1º do projeto, que passará a vedar distribuição, exposição e divulgação de qualquer tipo de material que contenha alusão a orientações sexuais não apropriadas à faixa etária nos estabelecimentos de educação infantil (sic).

A segunda suprime o parágrafo único do projeto, onde consta: “O material a que se refere o caput deste artigo é todo aquele que contenha orientações sobre a prática da homoafetividade, de combate à homofobia, de direitos de homossexuais, da desconstrução da heteronormatividade ou qualquer assunto correlato”.


A pressão de entidades e defensores dos direitos LGBT nas galerias da Câmara, durante a votação, funcionou para essa pequena, embora relativa vitória. 

O grupo All Out abriu uma página para colher assinaturas contra o projeto. Clique aqui para assinar.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum