Seleção brasileira pode ser punida por homofobia da torcida nas olimpíadas

quinta-feira, 18 de agosto de 2016


A Fifa puniu no início do ano (13/01) cinco federações de futebol por insultos e gritos homofóbicos entoados pelas torcidas durante jogos das Eliminatórias para a Copa de 2018. Argentina, Chile, Peru, Uruguai e México foram sancionadas através do Sistema de Monitoramento Anti-Discriminação, considerando que os atos violaram o Artigo 67 do Código Disciplinar da Fifa, que contém normas de conduta por parte dos espectadores.

O artigo determina que clubes e seleções são responsáveis pelas ações dos torcedores e podem ser multados, dependendo de cada caso. Neste em específico, a Fifa, em comunicado oficial, divulgou que Argentina, Peru, Uruguai e México terão que pagar, cada um, uma multa de 20.000 francos suíços (cerca de 80.000 reais). O Chile, por ter quatro casos discriminatórios analisados pela entidade, foi multado em 70.000 francos suíços (cerca de 276.000 reais). O caso da Federação de Futebol de Honduras ainda está em processo.

Claudio Sulser, presidente do Comitê Disciplinar da Fifa, ressaltou a participação da entidade na luta contra o preconceito, mesmo sabendo das dificuldades.
A Fifa tem lutado contra a discriminação no futebol por muito anos e uma parte disso são as sanções. Com o novo sistema de monitoramento da Fifa nas Eliminatórias, o Comitê Disciplinar tem um suporte adicional graças aos relatórios detalhados dos jogos fornecidos por observadores anti-discriminação. Mas procedimentos disciplinares não podem mudar sozinhos o comportamento de certos grupos de fãs que, infelizmente, vão contra os valores do nosso jogo”, declarou Sulser no comunicado oficial da entidade máxima do futebol.
Recentemente durante as Olimpíadas do Rio, atletas lésbicas denunciaram, junto à imprensa internacional,  a homofobia da torcida brasileira durante partidas de futebol feminino. Em mais de um jogo, teriam sido xingadas estranhamente de "bichas". Agora, um site, intitulado Blasting News, afirma que o Sistema de Monitoramento Anti-Discriminação da Fifa estaria acompanhando o comportamento dos torcedores brasileiros e que, com base nas ofensas homofóbicas registradas pelas emissoras de TV durante as partidas de futebol, a seleção poderia perder o mando de campo nas eliminatórias da copa do mundo de futebol de 2018. Pesquisando em sites internacionais (incluindo o da própria FIFA), nosso site, contudo, não conseguiu confirmar essa informação. O Comitê Olímpico Internacional (COI) inclusive afirmou que não se pronunciaria sobre o comportamento das torcidas na Rio-2016.

Com informações da Veja, 13/01/2016

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2015 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum