Símbolos da comunidade LGBT

sexta-feira, 6 de abril de 2012

IX Encontro Brasileiro de Gays, Lésbicas e Travestis - Em frente ao Teatro Municipal 

Autor(a)
: Míriam Martinho

No início de 1997 (20-26/02), em São Paulo, a Rede Um Outro Olhar organizou, com outros grupos, o IX Encontro Brasileiro de Gays, Lésbicas e Travestis, um encontro muito tumultuado, cujo maior mérito foi ter produzido o embrião das futuras paradas que hoje levam um milhão de pessoas às ruas (os participantes saíram em passeata do Largo do Arouche, passando pela República, pelo Teatro Municipal, cruzando a mitológica Ipiranga com a Avenida São João e terminando atrás da Igreja da Consolação).

Mas, no meio do tumultuado IX EBGLT, deu-se um momento cômico, embora na época não tenha parecido tão risível. Um dos integrantes do grupo de gays e lésbicas do PT-SP de então, sem saber mais o que fazer para espinafrar a comissão organizadora do evento, cismou que o logo do encontro, que consistia de um enorme triângulo rosa (símbolo gay) e dos dois símbolos de Vênus entrelaçados, símbolo das lésbicas, não representava os homens homossexuais.

Munido de duas flechas feitas de papel se encaminhou para o imenso banner, com os desenhos das duas imagens, e fincou as ditas flechas no símbolo das lésbicas, segundo ele para que os gays também pudessem estar representados no evento. Ao fazê-lo, transformou o símbolo das lésbicas não no símbolo de gays e lésbicas mas sim numa variante do símbolo dos bissexuais ou transexuais.

No relatório do encontro, procuramos esclarecer o equívoco, imprimindo alguns dos símbolos da comunidade LGBT para poupar futuros vexames como o do glpetista, o que repetimos agora de forma mais abrangente.

Nesta página, voltamos portanto a mostrar e a falar um pouco dos símbolos genéricos e específicos da comunidade LGBT em todo o mundo para que possamos usá-los apropriadamente e com orgulho.
________________________________________________________________

Símbolos lésbicos

O símbolo de Vênus quando aparece sozinho é o símbolo da mulher, utilizado das mais diferentes formas pelo movimento feminista. Quando aparece em dose dupla e entrelaçado é um dos mais conhecidos símbolos lésbicos. Quando aparece em dose tripla ou mais pode tanto ser símbolo das lésbicas quanto da união das mulheres. É igualmente utilizado em adereços (brincos e colares), camisetas e impressos em geral.

O machado de dupla lâmina (labrys) é outro símbolo lésbico, atualmente mais conhecido. É tido como uma das armas das míticas Amazonas, as mulheres guerreiras da Antiguidade cuja comunidade era formada só por mulheres. Aparece também nas mais diferentes cores e formatos e é utilizado em adereços, camisetas, tatuagens, impressos, etc...

O triângulo negro era o símbolo que os nazistas costuravam na roupa das prisioneiras de seus campos de concentração que saíam dos padrões esperados para a mulher do Terceiro Reich (esposa, mãe e dona de casa). Lésbicas, prostitutas, mulheres políticas envolvidas na resistência ao nazismo (não-judias) tinham as roupas marcadas com este símbolo que há alguns anos foi resgatado por ativistas lésbicas como símbolo de resistência ao preconceito e a opressão.

Símbolos gays

O símbolo de Marte, quando sozinho, representa o homem, quando duplo e entrelaçado representa os homens homossexuais. É amplamente utilizado pela comunidade gay internacional tanto como adereço como em todo tipo de camiseta, impresso, bandeira, etc...

O Triângulo Rosa é o mais conhecido dos símbolos gays e, como o triângulo preto, nos remete aos tenebrosos campos de concentração nazista, onde os homens homossexuais eram obrigados a utilizá-lo para identificação. Ao contrário do triângulo preto, no entanto, que identificava diferentes tipos de mulheres, este símbolo era específico para os gays. Com o moderno movimento de libertação homossexual, o triângulo rosa foi resgatado pelos homens que amam homens como símbolo de orgulho e de resistência contra a opressão.

Símbolos hétero e bissexuais


Os símbolos de Vênus e de Marte entrelaçados formam o símbolo da heterossexualidade. Os duplos signos de Vênus e de Marte entrelaçados formam o símbolo da bissexualidade bem como os triângulos azul e vermelho sobrepostos.

Símbolos andróginos e transgênero




Os signos de Vênus e de Marte unidos em um mesmo símbolo representam a androginia e também a transexualidade. O símbolo do deus Mercúrio é outro dos símbolos dos transgêneros. Uma miscelânea dos signos de Vênus e de Marte também representa os transgêneros.

Símbolos dos Ursos e da comunidade sadomasoquista, bondage, leather


A comunidade SM, leather e sexualmente aventureira costuma ser identificada pela bandeira negra e azul com um coração vermelho ou com uma variante da bandeira do 
arco-íris com uma das faixas preta.

Outro símbolo da comunidade SM é o círculo amarelo com três partes internas em preto que lembram de um lado o símbolo do taoísmo e o chakram da Xena.


Os Ursos, gays que são e gostam de homens encorpados e peludos, se fazem representar por variantes de uma bandeira cuja principal característica é ter a pata de um urso impressa em seu canto superior esquerdo.

Símbolos genéricos da comunidade LGBT

A letra grega Lambda foi adotada por um dos primeiros grupos de luta homossexual, nos Estados Unidos (Gay Activists Alliance of New York), em 1970, e posteriormente consagrada, em 1974, como símbolo internacional da luta pelos direitos de gays e lésbicas no Congresso Internacional pelos Direitos Homossexuais, em Edimburgo, na Escócia. As razões de seu uso pela comunidade LGBT são incertas, mas ela é bastante utilizada no exterior. No Brasil, é pouca conhecida no entanto.


A bandeira do arco-íris se tornou, sem dúvida, o mais conhecido símbolo da comunidade LGBT em todo o mundo. Ela foi elaborada pelo artista plástico Gilbert Baker, para a Parada do Orgulho em San Francisco,em 1978, originalmente com 8 cores que, por restrições de produção gráfica, acabaram reduzidas a 6, representado a vida (vermelho), a saúde/cura (laranja), o sol (amarelo), a natureza (verde), a harmonia (azul) e a espiritualidade (violeta). Ela representa também a unidade na diversidade e, hoje, aparece sozinha, ou em combinação com os outros símbolos LGBT, em bandeiras, impressos, adereços, em tudo que se pode imaginar.          

Gay, Lesbian, Bisexual & Transgender Symbols http://www.lambda.org/symbols.htm

Publicado originalmente no site Um Outro Olhar em junho de 2008

5 comentários:

  1. Bom dia. É importante saber e reconhecer a simbologia e os arquétipos que enraízam a nossa cultura, por muito tempo oprimida e marginalizada. Hoje, os jovens detém o conhecimento nas mãos, devido ao fácil acesso à informação e à toda tecnologia que pulsa ao nosso favor. Gostaria de parabenizar pelo artigo, por trilhar profundamente os veios de nossas origens e deixar claro as nossas bases fortes. Parabenizo também o site, por estar nesta luta maravilhosa por nossos direitos. Grande abraço, Ana Diniz.

    ResponderExcluir
  2. Jucinéia Aparecida Marianno3 de maio de 2012 23:02

    entrei nesse site e adorei os símbolos.eu como uma lésbica assumida acho muito legal a divulgaçaõ de tudo que é direcionado por nós ,gays,lésbicas enfim,a todos que querem a sua liberdade sexual,e que essa opçaõ seja respeitada por todos.beijos.jucinéia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi jucineia tudo bem lenbrasileiro de mim me chama no Zapata 992364790

      Excluir
  3. gostei muito de conhecer um pouco mais da nossa simbologia, apesar de não assumido , sou gay, e espero um dia andar na rua, como gay assumido sem nenhum preconceito,

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer mais sobre a nossa simbologia, sou gay apesar de não assumido, estou a procura de simbolos do homossexuais p por como papel de parede do celular, e não consigo encontrar pq?, deveria ter um lugar de papel de parede gay, para nós ,

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Um Outro Olhar © 2019 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum